Apple explica a falha no reconhecimento facial do iPhone X em demonstração

Por Redação | 14 de Setembro de 2017 às 14h22

Embora o iPhone X tenha conquistado os holofotes da imprensa e dos consumidores nesta terça-feira (14), houve um contratempo durante a demonstração dos recusos do próximo flagship da Apple.

Durante a apresentação, ao mostrar a função de desbloqueio facial Face ID, Craig Federighi — vice-presidente de engenharia de softwares da Apple — ficou supreso ao ver que o aparelho móvel exibiu a tela de inserção de senha em vez de liberar o aparelho, trocando-o imediatamente por um smartphone substituto, cuja função de desbloqueio facial funcionou corretamente.

Embora a falha tenha tomado apenas alguns segundos da demonstração, isso foi o suficiente para que muitas pessoas questionassem a eficácia do novo recurso de desbloqueio que substituirá completamente o sistema Touch ID. Além disso, a companhia teve queda em suas ações logo após o incidente.

Em resposta ao ocorrido, um representante da Apple, em conversa com o Yahoo News, explicou a falha, relatando que algumas pessoas estavam manuseando um dos dispositivos antes da apresentação, o que ocasionou no acidental bloqueio por senha, sistema que é ativado após duas tentativas sem sucesso de desbloqueio pela função Face ID.

Apesar de a explicação da Apple possuir certo fundamento, diversas outras questões acerca do Face ID foram levantadas após a revelação do iPhone X, sendo as mais relevantes sobre como o sistema afetará a privacidade e segurança dos usuários do smartphone e, além disso, se o novo esquema de desbloqueio funcionará de forma adequada para todos os grupos de pessoas, ou seja, para usuários de todas as raças.

Fonte: BBC, Yahoo News