Apple é processada após admitir que deixa iPhones mais lentos propositalmente

Por Redação | 22 de Dezembro de 2017 às 10h28
Notícias ao Minuto
Tudo sobre

Apple

A Apple se envolveu em mais uma polêmica nesta semana, após confessar que diminui a capacidade de processamento de iPhones antigos quando novos chegam ao mercado, sob a justificativa de que o usuário precisa de uma maior duração de bateria.

A notícia não agradou e, por isso, uma dupla de moradores de Los Angeles entrou com uma ação contra a Apple, alegando que a prática viola o contrato de uso de seus aparelhos.

As duas pessoas responsáveis pelo processo, juntamente com seus advogados, ainda pretendem reunir residentes dos Estados Unidos que já tenham possuído modelos de iPhone anteriores ao 8 para o registro de uma ação coletiva.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Grande parte das reclamações sobre a prática da Apple estão relacionadas à falta de transparência. Sem saber da informação, em vez de pedir uma substituição da bateria, o que poderia deixar o aparelho veloz novamente, os consumidores acabam adquirindo um novo iPhone, sendo então essa a real intenção da companhia.

A Apple ainda não comentou sobre a ação judicial.

Fonte: PhoneArena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.