Apple começa a bloquear o reparo doméstico de baterias em iPhones

Por Wagner Wakka | 08 de Agosto de 2019 às 12h15

A linha mais recente de iPhones deve começar a apresentar um aviso sobre a bateria, mesmo que o usuário tenha uma peça autêntica da Apple. O objetivo é bloquear a troca em assistências não-autorizadas ou com kits domésticos, bloqueando a peça nos aparelhos.

A informação vem do site iFixit, especializado em análise de hardware de smartphones. A mensagem aparece tanto para usuários do iOS 12 quanto quem já está usando o beta do iOS 13 e “avisa” o usuário de que é preciso levar o aparelho em um assistência autorizada. Isso acontece no iPhone XR, XS e XS Max.

A mensagem aparece em um pop-up quando se tenta verificar a saúde da bateria: “É impossível verificar se este iPhone tem uma bateria genuína da Apple. Informações sobre saúde não estão disponíveis sobre esta bateria”. Ou seja, com isso o usuário não tem acesso a dados de qualidade da peça, antes indicada por uma porcentagem relativa à saúde do componente.

Mesmo assim, segundo o iFixit, não há mudança em funcionalidade nem qualidade da bateria, somente não é possível ter acesso a estes dados. Mesmo quando o veículo trocou uma bateria por outra nova, a mensagem continuou a aparecer.

Mudança afeta iPhone XR, XS e XS Max (Foto: Divulgação/Apple)

O problema pode estar relacionado a uma peça chamada de microcontrolador. Ela tem a função de fazer a ligação entre a bateria e o aparelho, indicando estes dados de saúde do hardware. Segundo análise do canal The Art Repair, estes microcontroladores são o que bloqueiam as baterias para que sejam trocadas somente por assistências técnicas da Apple.

Esse é o motivo pelo qual o recado começou a aparecer nos aparelhos testados pelo iFixit. Mesmo que você tenha todos equipamentos necessários para fazer a troca, isso retira do seu produto a autenticação necessária, bloqueando a bateria. Em resumo, se você optar por procurar uma assistência não-autorizada ou trocar a bateria sozinho, perde a funcionalidade de acesso a informações sobre saúde da peça.

A mudança volta a colocar a Apple sob holofotes relacionados a suas baterias. No ano passado, a empresa enfrentou a polêmica decisão de ter derrubado a potência de aparelhos com baterias mais antigas. Após isso, voltou atrás e prometeu cortes nos custos para quem quisesse trocar a peça por uma nova.

Com isso, a Maçã viu usuários ficando com seus dispositivos por mais tempo, causando uma redução de troca nos iPhones. Ou seja, a facilidade para trocar a peça faz com que as pessoas fiquem mais tempo com o mesmo modelo de smartphone.

Fonte: iFixit

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.