Apple abandonará sensor de digitais, mas Samsung usará a tecnologia em 2018

Por Redação | 08 de Novembro de 2017 às 14h43
Tudo sobre

Samsung

Com a chegada do Face ID, que usa o reconhecimento facial para autenticar o usuário do iPhone X, a Apple abandonará, de vez, a leitura de impressões digitais em todos os smartphones que lançar em 2018. Já a rival Samsung ainda usará o leitor de digitais no Galaxy S9, de acordo com fontes do periódico sul-coreano The Investor.

A Samsung estaria planejando posicionar o sensor de digitais sob o display do dispositivo, mas, devido a dificuldades técnicas, parece que o sensor permanecerá posicionado na face traseira do Galaxy S9, da mesma maneira que foi feita com o Galaxy S8 atual. Ainda que o modelo conte com um sistema de reconhecimento facial embutido, que, junto com a leitura das digitais, proporciona maior segurança aos usuários, muitos deles descobriram que o sistema pode ser facilmente enganado por meio de uma fotografia – o que não acontece com o Face ID, da Maçã.

Outra biometria presente no dispositivo da Samsung é o leitor de íris, que também pôde ser enganado usando lentes de contato. Sendo assim, a Samsung acabou admitindo que seu sistema de biometria facial seria menos seguro do que o padrão, o PIN ou a senha e, por isso, não é usado para acessar o Samsung Pay, por exemplo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Sendo assim, a sul-coreana ainda não adotará definitivamente o reconhecimento facial em seus dispositivos de 2018, enquanto a Apple já anunciou que abandonará o Touch ID de uma vez por todas, já que o Face ID comprovadamente tem uma margem de erro de 1 em 1 milhão. Ainda assim, a Maçã precisa melhorar esse sistema no caso de gêmeos idênticos, que são lidos como uma mesma pessoa no iPhone X.

Fonte: MacRummors

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.