Xiaomi vai lançar smartphone com tela de safira em 2015

Por Redação | 23 de Dezembro de 2014 às 15h22

Fora os problemas de patentes que a Xiaomi vem enfrentando, a gigante chinesa também enfrentou duras críticas por copiar recursos que a Apple já adotou em seus aparelhos. A empresa então colocou uma nova tática em prática: realizar aquilo que a Apple pensou em fazer, mas não fez. As informações são do site Cult of Android.

Um novo relatório da Xiaomi já indica essa mudança estratégica da empresa. Segundo as informações, a marca vai adotar tela de safira para o Xiaomi 5, que virá com 5,7 polegadas. O aparelho deve ser apresentado ao público na Consumer Electronics Show 2015.

A empresa já teria avisado a fornecedora das telas, a Biel Crystal Manufactory, sobre a expansão da sua capacidade de processamento do produto.

A Apple pretendia passar a usar cristal de safira nos iPhones 6 e 6 Plus, tendo investido diretamente na GT Advanced Technologies para construir uma fábrica no Arizona que teria como único cliente a própria Apple. No entanto, antes do lançamento dos novos aparelhos, a empresa entrou em processo de falência por não ter sido capaz de produzir o suficiente para todos os novos iPhones da Maçã.

A Xiaomi deve ter mais facilidade que a Apple para aderir ao cristal de safira, uma vez que a marca não produz uma quantidade de aparelhos como a empresa americana e também está presente em poucos mercados. Mas a chinesa não será pioneira no mercado com as telas de safira: a japonesa Kyocera lançou smartphones com tela de safira no início deste ano, enquanto as chinesas Vivo e Huawei também já lançaram aparelhos com a tecnologia.

A Xiaomi deve seguir esse caminho de aproveitar ideias que a Apple teve, mas não as executou. Quanto às críticas de copiar a rival, a empresa não parece preocupada em se defender ou refutar as acusações.

Fonte: http://www.cultofandroid.com/70900/xiaomi-wants-beat-apple-sapphire-smartphone/

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.