Usuários reclamam que câmera frontal do iPhone 6 está "bamba"

Por Redação | 01 de Dezembro de 2014 às 12h42

A onda de mau agouro do iPhone 6 parece que não vai acabar nunca. Em uma nova onda de problemas que parecem estar afetando ambos os modelos do smartphone da Maçã, usuários estão reclamando que a câmera frontal está se desalinhando e movimentando dentro do corpo do aparelho, o que estaria dificultando a vida de quem quer tirar selfies ou participar de videoconferências.

O problema estaria na parte esquerda do iPhone, com a pequena câmera se movendo ligeiramente nessa direção. Dá para perceber que ela, efetivamente, saiu do lugar quando se nota a aparição de um contorno cinza no sensor, que seria parte de seu componente interno. Ou seja, esse detalhe não deveria aparecer para os consumidores e, apesar de pouco perceptível, pode significar a ocorrência de mais um problema de design.

De acordo com um tópico no Reddit, que já conta com quase 200 comentários, o problema teria aparecido após o uso rotineiro do aparelho. Como qualquer smartphone, o iPhone 6 é carregado nos bolsos das pessoas e está sujeito a quedas, avarias e pressões das mais diferentes direções. Assim, o sensor estaria se mexendo dentro da estrutura interna, saindo levemente de sua posição original.

iphone 6 Grey Crescent

Muitos falam que a mudança não altera a produção das imagens, enquanto outros temem que o desalinhamento se torne cada vez mais grave e, com isso, dificulte a utilização da câmera frontal. Ademais, há o temor de que outros componentes do iPhone possam estar “bambos” dentro da estrutura e não dá para saber exatamente qual seria o efeito desse tipo de problema nem se ele poderia afetar componentes mais sensíveis como a memória, o processador ou a própria tela.

Mais uma vez, a Apple não se pronunciou sobre o assunto, mas estaria trocando aparelhos levados às lojas. Assim como os demais problemas que vêm sendo relatados, a “crescente cinza”, como vem sendo chamado este problema em específico, ainda não estaria plenamente documentado nos sistemas das lojas da empresa, o que significa que a substituição pode não acontecer em todos os casos por não haver um protocolo firmado para esse fim.

Citado pelo Business Insider, um usuário que se diz funcionário da Maçã afirmou que a companhia está ciente do problema, mas ainda não sabe exatamente o que está acontecendo. A orientação seria dar a opção de troca da tela com o sensor ou, caso o estabelecimento tenha disponibilidade, substituir o aparelho por um novo, com o problemático sendo entregue à Apple para análise.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.