Rumor: BlackBerry quer fechar sua venda até novembro

Por Redação | 05.09.2013 às 13:05

A BlackBerry já comunicou que está considerando soluções alternativas como a venda da companhia, mas aparentemente os membros da diretoria da fabricante canadense não querem esperar muito e vão tentar concluir as negociações até o final de novembro.

O Wall Street Journal afirma que, de acordo com fontes internas, a BlackBerry estaria "fazendo um leilão" rápido para decidir seu futuro o quanto antes. Nada garante que isso aconteça até o final de novembro, principalmente se a BlackBerry não receber uma boa proposta, mas a pressão já existe mesmo internamente.

A empresa já teria algumas companhias interessadas em comprar sua totalidade ou ao menos parte dela. Uma alternativa seria separar o serviço BlackBerry Messenger (BBM) em uma nova companhia, vendendo o restante dela. O BBM é um dos poucos serviços que ainda goza de relativo sucesso e ainda possui mais de 50 milhões de usuários.

Recentemente, a BlackBerry lançou versões do BBM para Android e iOS, dando uma sobrevida ao serviço e aumentando os rumores de que ele poderia se tornar algo independente do restante da companhia.

Além da fatia de mercado e do pouco público fiel que a BlackBerry possui, um dos maiores atrativos para a sua compra seria o portfólio de patentes, que sozinho chegou a ser avaliado em mais de US$ 2 bilhões - valor semelhante ao que a Microsoft pagou pelas patentes da Nokia.

Entre os possíveis interessados na compra da BlackBerry estão a Microsoft, que acabou de adquirir a Nokia por US$ 7,2 bilhões, e a Lenovo, que já é a quarta maior fabricantes de smartphones do mundo e líder no mercado de PCs.

A grande questão é: se nem os executivos da BlackBerry acreditam na empresa, será que haverá alguma outra interessada que acredite?