Remetentes de mensagens de texto podem ser responsabilizados por acidentes

Por Redação | 02.09.2013 às 11:42

Todos já sabemos que enviar mensagens de texto e dirigir é uma combinação horrível. Mas agora um tribunal de Nova Jersey, nos Estados Unidos, decidiu que a pessoa que envia mensagens para o motorista enquanto ele dirige também pode ser responsabilizada por qualquer tipo de acidente causado no trânsito.

Um relatório divulgado pela rede CNN conta um caso onde desembargadores decidiram que, em casos de acidentes causados por mensagens de texto ao volante, "o tribunal pode considerar o remetente responsável por distração e considerá-lo responsável pelo acidente".

O caso que fez os juízes tomarem essa decisão aconteceu em 2009, quando um jovem de 18 anos dirigia por uma estrada rural enquanto trocava mensagens de texto com sua namorada. A distração causada pelos SMS findou em um acidente entre o carro que o jovem dirigia e uma moto que estava na estrada. O casal que estava na moto sobreviveu, mas perderam suas pernas e entraram com uma ação contra o motorista e sua namorada, com quem ele conversava na hora do acidente.

O casal envolvido no acidente conseguiu fechar um acordo com o motorista do carro, mas perdeu o processo contra a namorada que enviava SMS. Mas eles não desistiram e apelaram da decisão. Os juízes responsáveis pelo caso não responsabilizaram a jovem pelo acidente, pois alegaram que ela não sabia que o namorado estava dirigindo enquanto trocavam mensagens.

Porém, isso estabeleceu um precedente sobre pessoas que são potencialmente responsáveis por acidentes causados por motoristas que respondiam suas mensagens de texto. Agora só nos resta esperar para ver como esse precedente será utilizado no julgamento de outros casos. De qualquer forma, trocar mensagens enquanto está a frente do volante continua sendo uma péssima ideia.