Recorde: 327 milhões de smartphones são vendidos apenas no terceiro trimestre

Por Redação | 05 de Novembro de 2014 às 11h37

É quase impossível ver uma pessoa na rua sem um smartphone nos dias de hoje. Esses pequenos dispositivos estão presentes em todas as casas que visitamos e em todos os lugares que conhecemos, facilitando a comunicação e a vida das pessoas que os utilizam.

O mais impressionante é que mesmo todo mundo tendo um smartphone, as vendas deles não param de crescer e registrar recordes incríveis. Neste trimestre, por exemplo, um relatório da IDC aponta para 327 milhões de smartphones vendidos - um recorde mundial que é quebrado pelo segundo trimestre consecutivo.

De acordo com a analista de mercado, essa alta pode ser vista principalmente em países emergentes, onde a união do aumento do poder de compra da população com inúmeros smartphones mais acessíveis fez com que as vendas atingissem taxas de crescimento superiores a 30%. Os mercados mais desenvolvidos, por sua vez, crescem bem menos, com uma taxa que não passa de um dígito.

O relatório também aponta para a Samsung como a líder no segmento, apesar de estar perdendo relevância no mercado ultimamente. O novo Galaxy S5, aliado à competição forte que cerca a empresa, fez com que a venda de aparelhos da marca caísse de 85 milhões para 78 milhões de aparelhos, um número considerável.

Em segundo lugar, figura a Apple, que vendeu 16,1% de unidades a mais que no ano passado. Estima-se que as vendas tenham aumentado devido ao lançamento recente dos novos e esperados iPhones, os queridinhos da empresa da maçã.

Por outro lado, uma empresa que vem crescendo de forma arrasadora é a Xiaomi. A companhia chinesa está alternando entre a terceira e quarta colocação - algo bem surpreendente já que ela está restrita quase que totalmente ao mercado asiático. As vendas da chinesa aumentaram 200% e, segundo os analistas da IDC, a tendência é que a empresa expanda seus negócios para fora da China e continue acelerando o crescimento.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.