Recarregador de R$ 70 demora apenas 30 segundos para carregar smartphone

Por Redação | 07 de Abril de 2014 às 14h49

Não tem como negar que os smartphones facilitam bastante nosso dia a dia. Esses aparelhos, que já superam as vendas de celulares comuns, se tornaram mais do que simples telefones e assumiram o posto de centrais de conteúdo, pagamentos e entretenimento com milhares de ferramentas e aplicativos. No entanto, mesmo com novas gerações de dispositivos chegando todo ano, um problema ainda parece persistir na maiora desses gadgets: a vida útil de bateria.

Várias fabricantes já trabalham em melhorias para essa questão, mas a startup israelense StoreDot promete uma tecnologia revolucionária para quem vive enfrentando dificuldades com smartphones com pouca duração de bateria. Trata-se da StoreDot Flash-Battery, um carregador capaz de recarregar a energia de um smartphone com 27% de bateria para 100% em apenas 30 segundos. As informações são do Wall Street Journal.

A princípio, é bem duvidoso acreditar que um simples dispositivo consiga fazer esse feito, mas o vídeo abaixo mostra uma breve demonstração do que a Flash-Battery é capaz. De acordo com a fabricante, a tecnologia foi possível graças a semicondutores orgânicos usados para dar início a um processo químico no carregador. Esses semicondutores são equipados com pequenos compostos chamados de peptídos, que são cadeias curtas de aminoácidos responsáveis pela formação de blocos de proteína que geram energia para o gadget.

A StoreDot é resultado da união de alguns estudantes do departamento de nanotecnologia da Universidade de Tel Aviv. O projeto, que foi apresentado no evento Think Next, da Microsoft, deve custar aproximadamente US$ 30 (cerca de R$ 70) e medir o equivalente a uma fonte de energia para notebook. Até o momento, a técnica de recarga ultrarrápida só existe no equipamento exibido no vídeo-conceito e funciona apenas com o Samsung Galaxy S4.

Segundo a StoreDot, a previsão é que a Flash-Battery seja comercializada até 2016. Outros acessórios também devem ser vendidos para potencializar o produto final.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.