Pessoas preferem ficar sem amigos do que sem seus smartphones, revela pesquisa

Por Redação | 07 de Julho de 2014 às 07h20

Parece que a dependência das pessoas pelos seus smartphones é cada vez mais crescente. Há pessoas que ficam conectadas a eles o tempo todo, talvez tendo mais de um aparelho consigo durante o dia. Uma pesquisa realizada pela Motorola Mobility em parceria com a B2X revelou que muitas pessoas preferem ficar uma semana inteira sem seus amigos do que uma semana sem seus smartphones.

Das 518 pessoas entrevistadas nos Estados Unidos, um em cada sete disse que preferia sim passar uma semana longe de seus amigos do que passar uma semana sem seu smartphone, de acordo com a Re/code. As duas empresas que realizaram a pesquisa chegaram à seguinte conclusão: "os americanos são viciados em seus smartphones".

No entanto, todos nós sabemos que essa não é uma exclusividade apenas dos usuários dos EUA. É possível imaginar que, se a pesquisa fosse realizada em alguns outros países, o número poderia ser ainda mais assustador.

Mas os dados não param por aí. Enquanto 74% das pessoas disseram manter seus dispositivos próximos do seu alcance ao longo do dia, 60% afirmaram que dormem junto aos seus aparelhos. Esse percentual aumenta para 84% quando levado em conta apenas os entrevistados com faixa etária entre 18 e 29 anos.

A pesquisa ainda revela que 40% das pessoas entrevistadas disseram que seria difícil ou impossível passar um dia todo sem seus smartphones, mesmo que lhe fossem oferecidos US$ 100 para isso.

Apesar de revelar a dependência dos americanos pelos seus smartphones, a pesquisa realizada pela Motorola Mobility e pela B2X não quis destacar o vício por aparelhos celulares, mas sim realizar um relatório sobre as necessidades das pessoas quando se trata de serviços de smartphones para os clientes.

Fonte: http://recode.net/2014/07/02/survey-one-in-seven-would-give-up-friends-before-smartphone/

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.