Pesquisa: empresários preferem o iPhone 6 em vez do modelo 6 Plus

Por Redação | 10 de Novembro de 2014 às 17h34
Divulgação

Neste ano, a Apple lançou duas versões de seu smartphone, os já famosos iPhone 6 e iPhone Plus. A maior diferença entre esses dois modelos é o fato de que o primeiro conta com uma tela de 4,7 polegadas e o segundo com uma de 5,5 polegadas – aparelho que introduziu a Maçã no mercado dos celulares inteligentes de grandes medidas. Contudo, uma pesquisa aponta uma distinção ainda mais importante entre os dispositivos.

De acordo com os estudos da Goog Technology, o iPhone 6 agrada uma quantidade quase seis vezes maior de empresários do que o iPhone 6 Plus. Os números da companhia mostram que 85% das ativações de novos aparelhos da Apple estão relacionadas ao novo smartphone de dimensão convencional, enquanto apenas 15% são provenientes do dispositivo maior, mostrando a diferença entre os dois modelos.

Ainda segundo os dados da pesquisa feita e divulgada pelo site PCWorld, o maior fator para que essa escolha seja feita é o tamanho da tela de cada um dos iPhones. Mudar para 5,5 polegadas pode ser algo delicado para os fãs da Apple, principalmente entre os empresários que trabalham com o smartphone. Afinal de contas, um celular maior requer mais espaço no bolso e pode ser mais difícil de manusear com apenas uma mão.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Outra justificativa é que nem todos os aplicativos feitos para o iPhone migraram para o Plus. Com isso, empresários que dependem de softwares específicos acabam sem o atendimento necessário. Além disso, é claro que também há a diferença de preço, uma vez que o iPhone 6 é praticamente o mesmo aparelho do que o 6 Plus, mas é vendido por um valor menor.

Por fim, o relatório também constatou que essa diferença entre os modelos deve cair até o fim do ano, com os celulares inteligentes de grandes dimensões ganhando mais atenção dos compradores. Outra informação adicional é a de que os smartphones não utilizados para o consumo rápido de informações, enquanto os tablets servem para editar documentos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.