Hands-on: passamos o dia com o Samsung Galaxy S 4

Por Pedro Cipoli

O Samsung Galaxy S4 foi lançado oficialmente hoje com pré-venda em vários shoppings de São Paulo e nós recebemos um modelo para contarmos um pouco do que achamos. Confira nossas primeiras impressões de um dos modelos mais aguardados de 2013, que foi cercado de muita espera, notícia e rumores!

Galaxy S4 01

Somente modelos 4G foram colocados à venda por aqui. Ou seja: nada do Exynos 5 Octo-core. Conversamos com o pessoal da Samsung e eles disseram que o chip é incompatível com a nossa rede 4G e, por isso, somente modelos equipados com o SoC Snapdragon 600 da Qualcomm chegaram aqui, o que de forma nenhuma é uma má notícia. Afinal, ambos são capazes de rodar o Android 4.2 (Jelly Bean) e qualquer aplicativo sem problemas e a uma velocidade bastante satisfatória.

Galaxy S4 02

Aliás, o Android é praticamente invisível no Galaxy S4. A Samsung optou por colocar uma fortíssima interface gráfica que esconde os detalhes do sistema operacional do Google. O resultado é muito parecido com o que vemos no Galaxy S3, mas certamente é uma má notícia para os puristas do Android.

Gostamos bastante da tela inicial, mas o papel de parede padrão nos pareceu muito simples, sem uma assinatura própria como tínhamos no modelo anterior. O sistema é obviamente rápido, mas até aí nenhuma novidade nem para os que já tinham um Galaxy S3 - aliás, podemos dizer tranquilamente que quem pretende atualizar o aparelho pelo que há debaixo do capô certamente não perceberá uma grande diferença, até mesmo porque algumas funções do S4 serão disponibilizadas em breve, via software, para o S3.

Galaxy S4 03

Ao ligarmos o aparelho, o primeiro login que nos é pedido é do Samsung Apps e não do Google. Ele é necessário para habilitar os recursos próprios da empresa, como ChatON, E-mail e muitos outros. Em teoria, isso elimina a necessidade de procurar apps similares na Play Store, já que tudo está instalado e pronto para ser usado (algo que vamos conferir com mais detalhes quando publicarmos o review completo).

Galaxy S4 04

Recursos como Smart Scroll (que roda a tela automaticamente quando o usuário olha para baixo), Smart Stay (a tela não apaga quando o usuário está olhando para ela) e muitos outros funcionam sem problemas, mas são coisas típicas de um feature phone: são legais mais para mostrar aos amigos do que úteis no dia a dia.

Galaxy S4 05

O design é sim muito parecido com o que tínhamos no Galaxy S3. Demais até. As diferenças ficam restritas ao peso consideravelmente menor, laterais de alumínio, caixa acústica (agora na parte de baixo) e a disposição do LED traseiro, que agora fica embaixo da câmera. Tanto o novo aparelho quanto o seu antecessor são praticamente no mesmo tamanho, sendo bastante difícil diferenciar os dois a distância. Por conta disso, o usuário "exibido" muitas vezes vai ter que explicar "é o S4 sim, olha esse e esse detalhe...".

Galaxy S4 06

Um fato que não gostamos foi que o Google Now não é acessado da forma comum (pressionando o botão "Home") e requer mais uma etapa. Depois que nos acostumamos a utilizar o Google Now, esse detalhe pode irritar bastante. Essas foram as nossas primeiras impressões do Galaxy S4. Não deixe de conferir o review completo que publicaremos nos próximos dias, assim que habilitarmos um pacote 4G para brincarmos de forma "séria" com o aparelho!