Hackers alemães conseguiram burlar o Touch ID do iPhone 5S

Por Redação | 23.09.2013 às 15:40

No último domingo (22), um grupo de hackers da Alemanha conhecido como Chaos Computer Club (CCC) postou um vídeo em seu site para mostrar que eles conseguiram "contornar com sucesso a segurança biométrica do Touch ID da Apple". Isso mesmo, em menos de dois dias após o iPhone 5S chegar às lojas, seu leito de impressões digitais foi burlado.

O grupo disse que conseguiu "falsificar" uma impressão digital para acessar o iPhone 5S fotografando a digital do dono do aparelho e, em seguida, imprimindo-a em uma folha transparente (aparentemente de um material emborrachado) e criando assim um molde falso.

O pesquisador de segurança que iniciou uma campanha para recompensar financeiramente o primeiro hacker a conseguir invadir um iPhone 5S burlando o sensor biométrico disse que precisa de mais documentos para analisar a veracidade do processo e então premiar (ou não) o CCC, conforme informações da agência de notícias Reuters.

Porém, dois outros especialistas em segurança de iPhone disseram à Reuters que acreditavam na veracidade da façanha do grupo alemão, embora eles ainda não tivessem reproduzido pessoalmente o trabalho. Um deles é Charlie Miller, coautor do "iOS Hacker's Handbook", que descreve o trabalho do CCC como "uma ruptura completa" do Touch ID. "Certamente é uma nova possibilidade para os invasores".

De qualquer forma, o processo não é algo tão simples de ser feito e aparentemente necessita de alguns materiais pouco convencionais para criar a falsa impressão digital. Ainda assim, ficou comprovado que não é apenas um "dedo vivo" que desbloqueia o dispositivo, conforme a Apple havia dito.