Estudo: 25% dos acidentes de carro são causados pelo uso de celulares ao volante

Por Redação | 06 de Agosto de 2013 às 10h10
photo_camera Peter Gudella/MarketWatch

Segundo um novo estudo do National Safety Council dos Estados Unidos, 25% de todos os acidentes de carro registrados no país são causados porque os motoristas estão falando no celular ou enviando mensagens de texto. As informações são do MarketWatch.

O levantamento identificou que os motoristas que usam seus celulares enquanto estão dirigindo não enxergam cerca de 50% do que acontece ao seu redor. David Teater, diretor sênior do NSC, afirma que o risco de se envolver em acidentes de trânsito pelo envio de SMS está aumentando, já que a prática de trocar mensagens está ficando cada dia mais popular entre os norte-americanos, com um em cada três preferindo enviar mensagens ao invés de ligar. Os norte-americanos enviam, em média, 41 mensagens de texto por dia, com esse número aumentando para 110 mensagens diárias para pessoas com faixa etária entre 19 e 25 anos.

O número de motoristas que enviam mensagens ou manipulam seus dispositivos aumentou de 0,9% em 2010 para 1,3% em 2011, enquanto o uso do celular permaneceu estável em 5%, como revelam dados de uma pesquisa conduzida pela Administração Nacional de Segurança do Tráfego Rodoviário. O aumento do uso do celular ao volante está diretamente ligado à falta de fiscalização nas ruas e estradas.

Leia também: Nova York suspenderá carteira de motorista daqueles que enviarem SMS ao volante

Nos Estados Unidos, os motoristas pegos dirigindo embriagados recebem multas severas e podem até acabar presos, mas isso não acontece nos casos em que o motorista está usando celular.

Cerca de 11 estados norte-americanos proíbem o uso de celulares ao volante, incluindo Nova York, Oregon, Nova Jersey e Califórnia, e mais 41 estados devem proibir o envio de mensagens de texto. O estado de Nova York foi o primeiro a proibir o uso de celulares ao volante em 2001, mas há dez anos as autoridades não podiam imaginar que as mensagens se tornariam tão populares.

Especialistas em segurança no trânsito defendem leis federais que proíbam o uso de celulares, incluindo os dispositivos de atendimento de ligações remoto. Pesquisas mostram que mesmo os aparelhos que permitem que os usuários mantenham as duas mãos sobre o volante e façam ligações podem ser perturbadores e comprometer a atividade, uma vez que ligações telefônicas sempre tiram a atenção dos motoristas.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.