Crise: BlackBerry entra em acordo e é vendida por US$ 4,7 bilhões

Por Redação | 23 de Setembro de 2013 às 17h09

A BlackBerry anunciou que assinou uma Carta de Intenção para formalizar um acordo de venda da empresa, avaliada em US$ 4,7 bilhões, para um consórcio liderado pela Fairfax Financial (maior acionista da companhia).

A carta de intenção contempla uma transação na qual os acionistas da BlackBerry receberiam US$ 9 em dinheiro por cada ação que eles possuem da companhia. A ideia é adquirir todas as ações da BlackBerry que circulam no mercado e não pertencem à Fairfax, que detém cerca de 10% das ações da empresa, de acordo com o MarketWatch.

O Conselho Administrativo da BlackBerry, sob a recomendação de um comitê especial, aprovou os termos da carta que fechará o capital da empresa. Como parte do acordo, a BlackBerry teria que pagar uma taxa de rescisão, caso aceite outra oferta de compra que não seja a da Fairfax.

Leia também: BlackBerry anuncia prejuízo de quase US$ 1 bilhão e demite mais funcionários

"Acreditamos que esta transação irá abrir um novo e empolgante capítulo para a BlackBerry, seus clientes, operadoras e funcionários", disse Prem Watsa, CEO da Fairfax, por meio de comunicado. "Nós podemos entregar valor imediato para os acionistas, enquanto continuamos a execução de uma estratégia de longo prazo em uma empresa privada, com foco no fornecimento de soluções empresariais superiores e seguras para os clientes da BlackBerry em todo o mundo".

O processo de due diligence – necessário para identificar os ativos e passivos contábeis e jurídicos, permitindo maior segurança na negociação para os compradores e acionistas – deve ser concluído até o dia 04 de novembro deste ano. A intenção das partes é negociar e executar um contrato definitivo de operação até a data.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.