Conheça o noPhone, o smartphone de mentira para os viciados em telefone

Por Redação | 01 de Setembro de 2014 às 08h59

A dependência dos smartphones hoje em dia vai muito além de ser apenas tecnológica: o dispositivo, mais do que um acessório, tornou-se quase uma extensão do corpo das pessoas. A falta do gadget, ainda que sem uma necessidade imediata, provoca uma certa sensação de desamparo, de insegurança e, nos casos mais agudos, uma ansiedade que pode ser comparada a de um fumante. E foi pensando nisso que um americano criou o noPhone.

O noPhone parece um smartphone, mas não passa de um pedaço de plástico. Ele é apenas um simulacro com peso e dimensão exata de um smartphone comum. Em seu site, os criadores se gabam de que o noPhone não tem câmera, não é compatível com Bluetooth e não faz chamadas. Além de ser resistente e "durável".

Sua finalidade é substituir o seu telefone verdadeiro em reuniões, encontros com os amigos ou jantares. Ele permite que você "tenha sempre um retângulo de plástico liso e frio sem abrir mão de qualquer potencial de engajamento com o seu ambiente".

noPhone

Um de seus criadores, Ingmar Larsen, disse à ABC News que a ideia era criar um produto que pudesse tornar as pessoas conscientes de seu vício, funcionando como um placebo. No entanto, nem ele mesmo esperava que isso pudesse passar de uma "piada", mas eles receberam tantas mensagens de pessoas dizendo que precisavam de um noPhone para combater seu vício que o gadget de mentira pode vir a se tornar um produto real.

Com isso podemos esperar ver em breve noPhones em várias cores, pesos e tamanhos.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.