BlackBerry pode sobreviver como empresa de nicho, diz diretor

Por Redação | 03 de Setembro de 2013 às 08h00

Outrora líder do mercado corporativo de smartphones, agora a BlackBerry luta para sobreviver. Em entrevista ao The Wall Street Journal, Bert Nordberg, membro do conselho que decidirá o futuro da empresa e ex-CEO da Sony Ericsson, afirmou que é possível que a companhia sobreviva se aparar algumas arestas e se dedicar a um nicho de mercado.

Nordberg disse que há subsetores da BlackBerry que podem ser extintos, caso a empresa opte por rever todo seu plano de negócios e tornar-se mesmo uma fabricante de nicho. Entretanto, a BlackBerry sempre teve ambições maiores, como competir com as gigantes Apple, Google e Samsung, o que Nordberg diz ser "difícil".

Apesar de anunciar que considera a própria venda, a BlackBerry não despertou ainda o desejo de nenhuma grande empresa, ao menos oficialmente. Há analistas que acreditam que a solução seria dividir a empresa em diversas partes, como já vem acontecendo com o BlackBerry Messenger, que seria controlada por uma divisão independente da empresa chamada BBM Inc. A ideia seria valorizar o serviço para a companhia se colocar à venda (vale ressaltar que há um app falso do BlackBerry Messenger circulando na web).

No início de agosto, o diretor geral da empresa no Brasil, João Stricker, afirmou que há a possibilidade de produzir smartphones no país, durante a inauguração de um centro de tecnologia da BlackBerry no Rio de Janeiro.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.