"BlackBerry ainda não está morta", afirma CEO da empresa

Por Redação | 29.05.2014 às 12:49

O CEO da BlackBerry, John Chen, conversou com Walt Mossberg e Ina Fried nessa quarta-feira (28) na Code Conference, evento que reúne as principais empresas de tecnologia e está sendo realizado na Califórnia, nos Estados Unidos. O executivo falou dos problemas que a BlackBerry vem enfrentando e de como determinadas divisões da companhia estavam mais conturbadas do que ele imaginou desde que assumiu o cargo em novembro do ano passado. As informações são do site Phone Arena.

A BlackBerry, que já esteve entre as líderes do mercado de smartphones, hoje tem uma participação inferior a 1%, e a IDC estima que até 2018 esse número chegará a zero. Chen disse que ainda acredita ser possível recuperar uma parcela desse mercado, e que a BlackBerry está trabalhando para isso.

Houve um momento interessante da conversa, em que Chen foi questionado a respeito da possibilidade de a BlackBerry começar a produzir gadgets com o sistema Android. Ele afirmou que não podia falar nada a respeito. Nesse caso, para bom entendedor...

O executivo disse ainda que novos desenvolvedores estão sendo contratados para trabalhar no BlackBerry 10.

"Temos muitos problemas, mas a BlackBerry ainda não está morta", disse o executivo ao público da Code Conference. "E tenho muita confiança de que vamos conseguir ressuscitar o paciente".

O CEO também mencionou a possibilidade de a empresa começar a desenvolver soluções voltadas para a Internet das Coisas no futuro.