BlackBerry Passport ganha edição limitada (e caríssima) na cor dourada

Por Redação | 21 de Janeiro de 2015 às 15h51

A onda de dispositivos "coloridos", que fogem da regra do preto e branco, está longe de terminar. Uma das tonalidades mais pedidas, sem dúvida, é a dourada, principalmente depois que a Apple lançou o iPhone 5S nessa cor. E a moda também chegou à BlackBerry, que anunciou que seu mais recente smartphone, o Passport, ganhará uma edição limitada baseada nessa nova tendência.

"Todos gostam de ter escolhas. Elas lhes dão a chance de mostrar sua personalidade e sair da mesmice. Isso provavelmente faz parte do motivo que leva as pessoas a amar seus BlackBerry Passports – a forma única, traços completos de inovação. E parte desse estilo é a varidade de opções de cores", justifica a empresa para o lançamento do produto.

De acordo com o blog da companhia, foram fabricadas apenas 50 unidades do BlackBerry Passport dourado. Elas são oferecidas pelo site oficial da fabricante e cada uma terá gravado na lateral um número de série edição, indicando até que trata-se de um item de colecionador. O dispositivo, que ainda acompanha um case feito de couro, custa US$ 899,99 nos Estados Unidos e US$ 999 no Canadá, mas aos usuários interessados pela novidade, a má notícia vem agora: todo o estoque já está esgotado.

BlackBerry Passport

Edição dourada do BlackBerry Passport era vendida por até US$ 999. (Foto: Divulgação/BlackBerry)

Fora a cor dourada, a edição limitada do Passport é exatamente a mesma do modelo original. O aparelho conta com um processador Qualcomm Snapdragon 800 quad-core, 3 GB de memória RAM, bateria de 3.450 mAh e capacidade de armazenamento interno de 32 GB de dados (expansíveis para até 64 GB via microSD). O celular roda o sistema operacional BlackBerry OS 10.3, tem câmera traseira de 13 MP que filma em Full HD (1080p), conectividade Bluetooth 4.0, entrada microUSB e suporte para redes 2G, 3G e 4G.

O grande destaque do Passport é seu display quadrado de 4,5 polegadas, com 1.440 x 1.440 de resolução. Segundo a fabricante, o formato oferece uma experiência ainda maior e melhor de visualização do que os smartphones atuais. Para o presidente da BlackBerry, John Chen, o produto tem como foco os consumidores corporativos, como também escritores, arquitetos, agentes financeiros e médicos que dependem de um dispositivo maior para checar informações.

Em apenas dois dias após a pré-venda, o BlackBerry Passport vendeu 200 mil unidades. Ele está disponível nos Estados Unidos por US$ 599, e vem desbloqueado (sem contrato com operadoras).

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.