Apple registra patente de iPhone com display curvo e vidro transparente

Por Redação | 06.03.2014 às 12:20 - atualizado em 07.03.2014 às 02:43

O escritório de registro de Marcas e Patentes dos Estados Unidos publicou uma série de 36 novas patentes solicitadas pela Apple. Entre elas estão registros que podem indicar o futuro do iPhone e a forma como o smartphone da Maçã pode ser revolucionado em suas próximas versões.

A primeira coisa a se notar é a tela, possivelmente uma AMOLED flexível, que envolve por completo o aparelho. Com isso, também pode-se perceber o fim dos botões físicos de controle de volume, que passam a contar com funções sensíveis ao toque na lateral do aparelho. O que mais chama a atenção em todo o projeto é a extinção do botão Home, que acompanha os iGadgets desde o lançamento do primeiro iPhone, em 2007.

A virtualização de botões que até agora seriam físicos também amplia as ferramentas dentro do sistema. No botão de volume, por exemplo, é possível notar que, mesmo sendo colocado em posicionamento semelhante ao que teria em uma versão física, ele ganha a possibilidade de visualização de seu status atual. Uma pequena bolinha no desenho indica que seria possível para o usuário conferir os níveis de volume do sistema apenas ao olhar para o smartphone.

patente

Seria o fim dos botões físicos? (Imagem: Patently Apple)

O display flexível que envolve o aparelho também amplia consideravelmente a área para apresentação de conteúdo no gadget. Isso fica explícito com a exibição de cinco ícones na base da tela, em substituição ao já tradicional espaço para apenas quatro ícones.

A patente também indica que o sistema poderia utilizar diversas câmeras para colaborarem em um sistema de reconhecimento facial, além de especificar que o aparelho deve contar com o uso de vidro transparente ou parcialmente transparente em seu acabamento.

patente

Sem acabamentos laterais em metal, próximo iPhone pode ser totalmente envolto pela tela (Imagem: Patently Apple)

A existência dos microfones na base e do alto falante no topo do aparelho indicam que a patente seria relativa a um smartphone, embora nada impeça a Apple de usar o conceito apresentado apenas em sua linha de iPods Touch.

É importante ressaltar que, embora o registro de patentes tenha sido feito, essa deve ser apenas uma forma de proteger a empresa caso uma ou mais das ideias presentes nos documentos apareçam em equipamentos de concorrentes.