AT&T: não abandonamos a BlackBerry

Por Redação | 08.01.2014 às 07:20

Em uma entrevista para o CNET, Ralph de la Vega, chefe da divisão de telefonia móvel da AT&T – gigante americana de telecom – afirmou que a empresa não deu as costas para a BlackBerry, companhia canadense que a cada dia afunda mais em prejuízos e perda de mercado.

Segundo ele, o novo CEO interino da empresa, John Chen, tem planos de afastar a companhia do mercado consumidor, o que pode significar que a empresa não fabricará mais aparelhos. Ao invés disso, focaria nos serviços corporativos, que sempre foi o seu forte.

Mas também, recentemente a canadense contratou um ex-executivo da HTC e da Sony Ericsson para dirigir sua divisão de dipositivos, indicando que talvez ainda veremos um novo BlackBerry no mercado – mas tudo isso ainda é incerto.

John Chen fez recentemente vários apelos para o público, pedindo que continuem tendo fé na empresa, pois ela ainda tem uma forte presença na área corporativa. Para uma fabricante, o apoio das operadoras é fundamental. O BlackBerry Z10, que era a esperança da empresa em recuperar-se, é um aparelho caro, e os subsídios das operadoras é importantíssimo para alavancar as vendas.

O último aparelho lançado, o BlackBerry Z30, teve uma venda bem modesta pela operadora americana Verizon, e era vendido apenas pela Internet, e só alguns poucos entusiastas da marca compraram o telefone.

Resta esperar para saber as jogadas da empresa para sair dessa crise, e torcer para que tragam soluções e produtos inovadores, como nos seus "anos de glória".