85% dos Galaxy Note 7 já foram devolvidos, diz Samsung

Por Redação | 04.11.2016 às 22:05
photo_camera Divulgação

O caso de explosões envolvendo o Galaxy Note 7 nunca teve um precedente tão polêmico — e o mesmo se aplica às suas consequências. Depois de ter anunciado o segundo recall oficial do aparelho, a Samsung manteve-se em silêncio, pensativa, assustada com a repercussão e a reputação do phablet. Mas hoje (4) ela resolveu quebrar o silêncio quanto aos números e à situação das devoluções.

Nesta sexta-feira, a coreana anunciou que o recall vai indo bem, com aproximadamente 85% dos telefones devolvidos através de seu programa de trocas e reembolso.

A empresa também fez questão de mencionar que a maioria dos usuários que participaram das devoluções nos Estados Unidos também preferiu receber outro smartphone da Samsung como substituto ao Note 7. No entanto, neste caso a empresa não revelou uma porcentagem ou um número exato.

Para clientes da operadora americana T-Mobile que preferiram ficar com o aparelho, a Samsung pretende lançar uma atualização que "segure" a carga da bateria em, no máximo, 60% do total, impedindo que ela se complete. Os usuários também vão receber alertas no smartphone com informações sobre o recall e sobre a operadora, caso seja necessário entrar em contato para trocar o dispositivo por outro modelo.

Com informações do PHAndroid