10 dicas para fazer a bateria do celular durar mais

Por Joyce Macedo

Já se foi o tempo em que os celulares conseguiam sobreviver durante dias com uma única recarga. Claro, os telefones de antigamente não faziam muito mais do que chamadas telefônicas, enquanto os smartphones modernos nos permitem navegar na web, jogar diversos games com ótimos gráficos, tirar fotos com boa resolução, editar vídeos, conversar com amigos de uma centena de maneiras diferentes, entre uma série de outras coisas.

As telas brilhantes e os poderosos processadores dos principais gadgets do mercado, como iPhones e Samsung Galaxy, fazem com que os smartphones se comportem como verdadeiros computadores de bolso, com um apetite igualmente impressionante por energia.

Infelizmente, tanta tecnologia afeta diretamente a duração da bateria e até hoje as gigantes da indústria tentam melhorar esse aspecto em seus dispositivos. Fato é que o alto consumo de bateria se tornou uma marca da maioria dos aplicativos e recursos do mundo moderno.

Mas saiba que existem algumas formas de fazer a bateria do seu celular durar mais tempo e, para ajudá-lo nessa tarefa, separamos algumas dicas e truques que podem fazer a diferença na hora de aumentar o intervalo entre as recargas. Confira:

1. Desligue conexões Bluetooth, Wi-Fi e 3G/4G

Sempre que o seu smartphone busca por sinais emitidos por redes Wi-Fi, Bluetooth, 3G/4G ou qualquer outro tipo, uma determinada quantidade de energia é consumida. Quando a recepção estiver fraca o telefone vai continuar procurando por uma boa conexão e isso significa que buscas repetidas por esses sinais podem facilmente fazer com que o nível da bateria caia rapidamente. Para evitar gasto desnecessário de bateria, desative esses recursos quando eles não estiverem sendo utilizados. Não é preciso, por exemplo, andar por aí com o Wi-Fi ligado se você não está próximo a nenhuma rede.

2. Desligue o modo vibração

Celular vibrando

A potência necessária para executar o motor de vibração do seu smartphone é muito maior do que a potência necessária para executar um ringtone. Então, se a sua intenção é economizar bateria, é melhor desligar o modo de vibração do seu aparelho. Lembre-se que esse recurso foi feito, basicamente, para nos alertar que o telefone está tocando ou recebendo algum tipo de notificação quando não conseguimos ouvir o toque comum. Em casos de reunião ou local de trabalho, por exemplo, o ideal é optar pelo modo silencioso na hora de economizar bateria.

3. Evite fotos com flash

Pode até parecer insignificante, mas os pequenos flashs dos smartphones são poderosos e, portanto, usam muita energia na hora do disparo. Essa dica pode ser preciosa para quem não abre mão de tirar fotos com o celular e, na verdade, a mesma dica também vale para o aplicativo de câmera como um todo.

4. Diminua o brilho da tela

Brilho da tela

Essa dica afeta drasticamente a vida da bateria, uma vez que a tela colorida dos smartphones são os maiores sugadores de energia. A maioria dos aparelhos possui a opção de adaptação automática do brilho da tela de acordo com os níveis de luz do ambiente, mas para economizar ainda mais energia, vale a pena avançar nas configurações do aparelho para diminuir manualmente o nível do brilho. Esse hábito pode fazer maravilhas para a vida útil da sua bateria a longo prazo.

5. Feche os aplicativos que não estiver usando

A maioria dos smartphones modernos agora permite que os usuários realizem multitarefas – como no caso do aplicativo do Facebook, onde com apenas um clique você entra no navegador para seguir um link, mas sem perder o post original. O problema é que toda essa praticidade também significa que você pode facilmente deixar muitos aplicativos rodando em segundo plano, consumindo a preciosa vida útil da sua bateria.

Para combater isso, tenha certeza de encerrar quaisquer aplicativos que você não está usando. Em um iPhone, por exemplo, isso significa um duplo clique no botão Home e, em seguida, jogar os apps indesejados para cima. Já nos dispositivos Android, basta pressionar o botão multitasking e descartar os aplicativos que não estão em uso.

6. Não fique buscando sinal

Buscando sinal

Como explicamos anteriormente, sempre que o dispositivo busca por algum tipo de sinal, mesmo que seja da antena da sua operadora de telefonia, a bateria será consumida; e o telefone continuará procurando por sinal em áreas com má recepção. Uma maneira conveniente de evitar esse tipo de problema é entrar no famoso "Modo Avião", ou simplesmente desligar o telefone, quando você souber que está em uma região totalmente sem sinal.

7. Desative a localização permanente do GPS

A triangulação da sua posição por meio de ondas de rádio e satélites vai devorar a sua bateria como poucos outros recursos fazem. Mesmo quando deixados em segundo plano, alguns aplicativos continuam recebendo e enviando sinais. Para economizar bateria, é preciso se certificar que esses apps estão realmente fechados quando você não precisa deles e tentar usar o GPS apenas quando os serviços de navegação e localização forem fundamentais. Desativar os serviços de localização de todos os aplicativos pode retardar sua eficiência, mas pelo menos você não será monitorado a cada passo – algo que pode ser positivo também para a sua privacidade.

8. Reduza o tempo limite da tela

Tempo limite tela

Provavelmente você já utiliza o recurso de bloqueio automático da tela do seu smartphone quando ele não está em uso, mas saiba que diminuir esse tempo limite pode ser muito interessante na hora de economizar energia. O ideal é configurá-lo para o menor tempo possível, mas nem todos os usuários se adaptam a isso.

9. Desative (ou reduza) as notificações e sincronização automática

Com nossa constante conexão à internet, a tendência é recebermos cada vez mais notificações em nossos smartphones, sejam elas sobre as últimas notícias, e-mails, novas postagens ou menções nas redes sociais, etc. Mas, apesar da aparente praticidade, notificações em excesso podem detonar a vida da sua bateria – além de se tornarem bem inconvenientes. Cada notificação recebida irá acender uma luz, emitir um aviso sonoro ou vibratório e tudo isso demanda energia. Gerenciar bem suas configurações de notificações e eliminar aquelas que forem desnecessárias pode poupar um pouco da sua bateria. Outro ponto que também se enquadra aqui é a sincronização constante dos aplicativos, fotos, e-mails, entre outros. Configure sabiamente esse recurso para evitar que a todo momento o sistema busque conexão para sincronizar os seus dados com a nuvem.

10. Atualize regularmente seus aplicativos

Android Apps

Embora não seja sempre o caso, muitos aplicativos são frequentemente atualizados para aumentar a eficiência da bateria e utilizar menos energia para rodar. Lembre-se sempre de ativar as atualizações automáticas, ou então realize o processo manualmente, caso prefira ter o controle sobre o processo de atualização.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.