Warner vai lançar seu próprio serviço de streaming para heróis da DC

Por Redação | 26 de Abril de 2017 às 12h45

A Warner pegou todo mundo de surpresa nesta semana. Depois de emplacar várias séries de TV de sucesso, como Arrow e Flash, o estúdio agora pensa em criar seu próprio serviço de streaming dedicado ao universo de heróis da DC Entertainment. Em outras palavras, seria uma espécie de Netflix exclusiva de séries do gênero e animações, incluindo algumas produções originais.

De acordo com o site The Hollywood Reporter, um dos primeiros projetos que seria levado para essa nova iniciativa seria a série dos Titãs, que estava em produção pelo canal TNT e que, após vários anos engavetada, acabou sendo cancelada recentemente. Assim, com o avançar para o segmento do streaming, a Warner e a DC retomariam o conceito e levariam o grupo de heróis para o live-action da maneira como havia sido imaginado originalmente.

A série deve focar exatamente no grupo comandado por Dick Grayson, o Robin, que deixaria de ser apenas um protegido do Batman para se tornar o líder de sua própria equipe, que contaria ainda com heróis como Ravena, Estelar e Mutano. Porém, nada impediria que personagens já consolidados na TV, como o próprio Arqueiro Verde, Flash e Supergirl aparecessem — ou melhor, fizessem parte do time.

Como dito, a proposta inicial era fazer com que os Titãs estrelassem seu próprio programa no canal TNT e iria adaptar diretamente algumas sagas das histórias em quadrinhos, sobretudo da década de 1960 e 1980, considerado o auge da equipe. Já no serviço de streaming da DC, as novas aventuras vão contar com produção executiva e roteiros de Greg Berlanti e Akiva Goldsman, além da participação criativa de alguns dos principais nomes da DC Entertainment, como Geoff Johns e Sarah Schechter.

Justiça Jovem volta em sua terceira temporada com exclusividade na plataforma digital da Warner

Além disso, outra série que já é considerada certa dentro do novo serviço é a terceira temporada de Justiça Jovem, animação que era transmitida pelo Cartoon Network e que acabou sendo cancelada em 2013. Depois de muitos pedidos dos fãs, a Warner confirmou o retorno do desenho animado e parece estar planejando lançá-lo juntamente com a nova plataforma — que contaria ainda com as duas primeiras temporadas. A nova fase se chamaria Young Justice: Outsiders e voltaria a contar a história desses heróis adolescentes.

Segundo o The Hollywood Reporter, essas duas produções serão exclusivas do novo serviço, o qual será operado pela Warner Bros. Digital Networks Groups, divisão dedicada a esse tipo de plataforma. E, mesmo sem um nome definitivo, a novidade já é chamada de “experiência imersiva desenhada apenas para os fãs da DC”, o que mostra o quanto a empresa está empenhada em abraçar esse público.

Diante disso, não é difícil imaginar que as demais séries também comecem a ser transmitidas por lá. Isso incluiria desde os sucessos Arrow, Flash, Legends of Tomorrow e Supergirl até programas que já foram cancelados ou que não alcançaram a mesma base de fãs, como Preacher, Powerless, Constantine e Gotham. Isso sem falar de Smallville, Birds of Prey e até mesmo a série clássica do Batman dos anos 60 e do Superman de 1990. E não podemos nos esquecer dos vários desenhos animados, que incluem Batman, Superman, Liga da Justiça, Superamigos e Jovens Titãs.

Trata-se de um movimento ousado, mas muito inteligente. Com isso, ela poderia fazer frente à Netflix, que já vem apostando em suas séries originais de super-heróis ao mesmo tempo em que oferta os seriados da Warner. Com o novo serviço, a empresa deixa de entregar seu conteúdo para a concorrente e usa isso como atrativo para atrair essa enorme base de fãs já existente. Como dá para perceber, ele já nasce com um catálogo potencialmente grande, com material clássico e recente, além de potencial para crescer.

Via: The Hollywood Reporter, Engadget