"Supergirl" tem seu primeiro episódio vazado seis meses antes da estreia

Por Redação | 22.05.2015 às 10:42

Os executivos da Warner e da DC Comics não vão acordar com um bom dia nesta sexta-feira (22). Muito pelo contrário, um alerta vermelho deve soar nos escritórios das companhias devido ao vazamento do episódio piloto de “Supergirl”, série que tem estreia marcada para novembro e que, agora, tem seu capítulo inicial disponível para todos por meio de serviços de torrent.

Não é nem preciso dizer que o download do episódio é ilegal, mas não é como se alguém realmente se importasse. Por meio de dois grupos reconhecidos no lançamento de séries e filmes online, Dimension e LOL, o piloto apareceu em sites de download aproximadamente às 3h da manhã desta sexta e, até o momento em que essa reportagem foi escrita, já acumulava centenas de milhares de downloads e muitos compartilhamentos.

O capítulo, inclusive, parece ser legítimo – trata-se do arquivo do episódio em si e não uma filmagem de tela, como normalmente acontece com filmes lançados no cinema. O piloto de “Supergirl” aparece em alta qualidade, até mesmo com resolução 1080p, o que indica que o vazamento provavelmente ocorreu a partir de cópias enviadas para avaliação. Apesar disso, não existem marcas d’água visíveis ou outros elementos que normalmente identificam versões desse tipo.

A série da “Supergirl” é estrelada por Melissa Benoist e conta a história de outra sobrevivente de Krypton, Kara Zor-El, que também é enviada à Terra antes da destruição do planeta. Assumindo a identidade de Kara Danvers, ela precisa aprender a lidar com seus poderes quando a humanidade passa a depender dela.

Uma curiosidade interessante do show é a presença dos atores Dean Cain e Helen Slater, que interpretam os pais adotivos de Kara. Os dois, respectivamente, foram responsáveis pelos papeis do Super-Homem e da Supergirl no seriado “Lois e Clark: As Novas Aventuras do Superman”, exibido em quatro temporadas entre 1993 e 1997.

Apesar de fazerem parte de um mesmo universo dos quadrinhos, o novo seriado não deve ter ligação com outras séries da DC Comics, para tristeza dos fãs. Apesar de compartilharem o mesmo produtor, devido à diferença de canais – “Supergirl” será exibida pela CBS, enquanto “Arrow” e “Flash”, por exemplo, são da CW – parece improvável que os herói, algum dia, unam forças para enfrentar inimigos em comum.

Fonte: Ubergizmo