HBO cancelará contas de assinantes do HBO Now que não moram nos Estados Unidos

Por Redação | 20.04.2015 às 13:15

Numa clara tentativa de obter novos assinantes e reduzir a quantidade de conteúdo pirateado na internet, a HBO lançou no começo deste mês o HBO Now. A plataforma oferece acesso a conteúdos do canal de TV por assinatura, incluindo Game of Thrones, sem a necessidade de ter televisão a cabo em casa.

Embora a empreitada seja bem vista pela indústria e até mesmo pelos usuários, ela acabou trazendo um problema que a empresa não esperava e que agora está empenhada em resolver. Tal como acontece com alguns sites como Netflix e Hulu, muitas pessoas que não residem nos Estados Unidos se inscreveram para o serviço através de VPNs e outras ferramentas de desbloqueio de geolocalização.

Embora eles estejam pagando pelo serviço, os termos de uso do HBO Now não permitem que usuários que residem fora dos Estados Unidos utilizem a plataforma. Enquanto a Netflix ainda não adotou medidas mais rígidas sobre o assunto, a HBO está trabalhando para reprimir a prática. Há alguns dias, milhares de usuários cadastrados por meio de VPNs e proxies "piratas" começaram a receber avisos por e-mail sobre o cancelamento de suas assinaturas.

No e-mail, a HBO escreve: "Chegou ao nosso conhecimento que você pode ter se inscrito para utilizar o serviço de streaming HBO Now fora da área de serviço autorizada (Estados Unidos, incluindo DC e de certos territórios norte-americanos). Nós gostaríamos de aproveitar esta oportunidade para lembrá-lo de que o serviço de streaming HBO Now está disponível apenas para residentes dos Estados Unidos, para o uso dentro dos Estados Unidos. Qualquer outro acesso é proibido por nossos Termos de Uso."

HBO Now

A mensagem em questão está sendo enviada a todos os usuários do mundo que não moram nos Estados Unidos, incluindo países como Canadá, Alemanha e Austrália. A menos que eles recebam a mensagem por engano, a HBO encerrará as contas dos assinantes dentro dos próximos dias, sem opção de reembolso.

A represália tem como objetivo proteger os acordos de licenciamento firmados pela companhia. Se milhões de estrangeiros usarem a versão dos Estados Unidos, parceiros locais desses países irão começar a questionar a empresa. Certamente, muitos dos usuários que terão suas contas excluídas irão procurar maneiras não oficiais de assistir a programação da HBO sem pagar nenhum centavo por elas.

Via TorrentFreak

Fonte: http://torrentfreak.com/hbo-cracks-down-on-paying-vpn-pirates-150420/