Catálogo do Netflix diminui pela metade nos EUA em quatro anos

Por Redação | 03 de Outubro de 2016 às 13h28

Desde que optou por ir fundo na estratégia de priorizar conteúdo original em seu catálogo, o Netflix se ligou à filosofia de que "menos é mais". Segundo dados levantados pelo site Exstreamist, que cita inclusive vários ex-funcionários do serviço, o catálogo do Netflix diminuiu mais de 50% nos últimos anos.

Para se ter uma ideia, nos Estados Unidos, o ‘’cardápio’’ do serviço de streaming tinha cerca de 11 mil títulos em 2012, ano em que atingiu seu maior número de filmes, séries e programas disponíveis. Em setembro deste ano, o número despencou para cerca de 5,3 mil títulos.

O Netflix começou a produzir conteúdo original em 2013. De lá para cá, a quantidade de filmes e séries produzidos ou distribuídos pelo próprio serviço só aumentou. Recentemente, a empresa admitiu que planeja compor pelo menos 50% de seu catálogo com produções originais. Em 2016, a empresa espera lançar 600 horas de conteúdo original - 150 horas a mais em relação ao ano passado.

Além disso, o Netflix também tem apostado em acordos de exclusividade para ter filmes e séries que nenhuma outra concorrente tem - ou, pelo menos, conseguir com maior antecedência. Tudo isso, inevitavelmente, pode ter contribuído para a redução no número de títulos.

Procurado, o Netflix não quis comentar sobre o assunto.

Fonte: Business Insider

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.