Assassin’s Creed também vai virar série animada

Por Redação | 05.07.2017 às 09:49

Assassin’s Creed vai ganhar sua própria série de animação. A notícia foi anunciada por Adi Shankar, produtor do anime de Castlevania para a Netflix, que disse já ter selecionado seu próximo projeto: uma adaptação da franquia da Ubisoft para as telinhas, que contará uma história original, mas situada no mundo dos games.

A declaração do produtor veio acompanhada de dizeres emocionados, mas com poucas informações concretas além do fato de que a adaptação de Assassin’s Creed vai existir. Shankar não comenta, por exemplo, com quem estaria trabalhando no projeto nem confirma a participação da Netflix, com quem trabalha atualmente no desenvolvimento de um anime baseado em Castlevania.

Ele diz, por outro lado, que seguir os próprios sonhos valeu a pena. O produtor conta que jogou o primeiro Assassin’s Creed no mesmo ano em que se mudou para Los Angeles, nos Estados Unidos, para seguir seu sonho de uma carreira no mundo do entretenimento. Ele não conhecia ninguém, e, na época, jamais poderia imaginar que estaria envolvido em uma adaptação daquele jogo que tanto curtiu.

Por enquanto a Ubisoft não se pronunciou sobre o assunto. Não se sabe nem mesmo se a desenvolvedora está envolvida, mas esse deve ser o caso, uma vez que ela vem trabalhando cada vez mais junto a estúdios na adaptação de suas marcas para outras mídias, em vez de simplesmente vender os direitos. A produtora tem até mesmo seu próprio estúdio de cinema, já responsável pelo filme Assassin’s Creed, por exemplo.

A Netflix também não comentou o assunto, mas a fala de Shankar indica que a produção de um anime baseado na saga não é segredo. Ou seja, outros envolvidos devem se pronunciar em breve, principalmente se a empresa de streaming estiver por trás dos trabalhos, já que ela costuma anunciar seus projetos com bastante antecedência.

O mais recente projeto de Shankar, o anime de Castlevania, estreia nesta sexta-feira, 7 de julho. A produção é da própria Netflix.

Fonte: Adi Shankar (Facebook)