WikiLeaks começa a publicar documentos do e-mail pessoal do diretor da CIA

Por Redação | 22 de Outubro de 2015 às 16h25

Nesta quarta-feira (21) o WikiLeaks começou a disponibilizar publicamente o conteúdo de vários e-mails da conta pessoal do diretor da CIA, John Brennan. As informações são referentes ao poder do Irã e as novas técnicas para interrogar terroristas.

A CIA denunciou a prática, definindo-a como ataque cibernético, depois que o WikiLeaks divulgou vários dos documentos do diretor da agência. "Não há qualquer indício de que os documentos publicados até agora tenham classificação 'confidencial'", argumentou a CIA em comunicado.

A agência também explicou que o ataque teve "intenções maldosas" e que trata-se de um delito em que o criminoso deve ser detido. Tanto a CIA como o FBI e outros serviços secretos de segurança dos Estados Unidos investigam se um adolescente foi responsável por ter invadido o e-mail pessoal de Brennan e do secretário de Segurança Interna, Jeh Johnson. Ambos haviam trocado informações e arquivos de segurança em contas que não estavam sob o cuidado da CIA.

O WikiLeaks revelou nesta quarta-feira seis documentos supostamente oriundos da conta de Brennan durante o período entre 2007 e 2009, sendo portanto antes de sua chegada como diretor da agência em 2013. "Hoje, 21 de outubro de 2015, e durante vários dias, o WikiLeaks vai publicar documentos provenientes de um dos e-mails não-governamentais do chefe da CIA, John Brennan", publicou a organização em seu site.

Juntamente com informações ligadas à agência, há documentos pessoais do diretor da CIA, incluindo um de 48 páginas onde encontram-se várias informações pessoais que foram necessárias durante o processo de verificação dos seus antecedentes a fim de ter autorização para aceder às informações sensíveis.

John Brennan já havia trabalhado para a CIA entre 1980 e 2005, antes de assumir o cargo de diretor em 2013. Em 2009, Brennan foi conselheiro de Barack Obama na Casa Branca para assuntos referentes à segurança nacional e à luta contra o terrorismo.

Fonte: WikiLeaks

Fonte: http://www.engadget.com/2015/10/21/wikileaks-publishes-cia-chiefs-pilfered-email-attachments/