Vírus que simula WhatsApp rouba dados de cartão de crédito dos usuários

Por Redação | 10 de Agosto de 2016 às 11h17

A PSafe, empresa especializada em segurança digital, identificou um novo malware capaz de simular o WhatsApp para Android com o objetivo de roubar informações de cartão de crédito dos usuários. Batizado de WhatsApp.CreditCardStealer, o vírus exibe uma tela falsa pedindo ao usuário que preencha informações do seu cartão de crédito.

Para dar início ao golpe, o hacker envia um e-mail para a vítima a convidando a instalar o "Novo WhatsApp", que possui funções inéditas. Ao acessar o link, o usuário é notificado com uma mensagem de erro e o aplicativo falso desaparece, ainda que o WhatsApp continue funcionando corretamente no celular. O vírus também retira o ícone de atalho da Play Store e impede que o usuário possa acessar a loja virtual com o objetivo de evitar a instalação de aplicativos de segurança ou antivírus que possam detectar o malware.

Para dificultar a identificação de ferramentas de segurança que já estejam instaladas no aparelho, a praga virtual se mantém inativa por cerca de quatro horas, para só depois solicitar os dados do cartão de crédito da vítima para liberar o acesso à Play Store. Além dos dados do cartão do usuário serem enviados para servidores dos hackers, o número do celular é cadastrado automaticamente em um serviço de SMS pago, que consome os créditos do aparelho gerando um prejuízo financeiro ainda maior.

De acordo com a PSafe, os usuários não devem baixar aplicativos de fontes não oficiais, clicar em links desconhecidos recebidos por e-mail ou SMS e estar sempre atentos ao excesso de solicitações de mensagens solicitando permissões de acesso no dispositivo. Também é altamente recomendado possuir um aplicativo antivírus devidamente atualizado no aparelho que possa ser capaz de identificar possíveis malwares.

Via UOL

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.