Tor acusa CloudFlare de bloquear usuários em sua rede de anonimato

Por Redação | 04 de Abril de 2016 às 10h34

Recentemente, o provedor de entrega de conteúdo CloudFlare afirmou que cerca de 94% dos pedidos recebidos de pessoas que utilizam a rede de anonimato Tor são sobre conteúdos maliciosos. Para tentar proteger os usuários de ataques e lhes dar mais segurança, a empresa decidiu adotar medidas de segurança mais específicas, como a utilização de CAPTCHA. Mas a equipe do Tor está acusando o CloudFlare de bloquear usuários inocentes em nome do excesso de zelo com a segurança.

"Nós suspeitamos que esse [dado] é baseado em uma metodologia inadequada", disse a equipe da rede anônima. Sendo assim, o grupo quer provas de como o CloudFlare chegou ao número de 94% de solicitações afirmando que o sistema não é confiável. Para o serviço de acesso à internet em camadas, as medidas adotadas pelo CloudFlare estão prejudicando seus usuários que ficam presos em CAPTCHAs que apresentam falhas e ficam em loop.

Em sua defesa, o CloudFlare afirmou que "há uma grande quantidade de comentários que são spam, vulnerabilidades, fraudes de cliques em anúncios, raspagem de dados e digitalização de login que vêm através da rede Tor".

Se o sistema do CloudFlare decide que o endereço de conexão é suspeito, ele ativa métodos de segurança que podem bloquear até pessoas inocentes, criando falsos positivos, como acusa o Tor. A equipe da rede de anonimato espera respostas sobre os ajustes que serão tomados para melhorar a experiência para os usuários. Já o CloudFlare disse que é possível um compromisso entre ambas as partes para a utilização de um algoritmo criptográfico mais rigoroso em que os usuários possam provar que são seres humanos.

Via Engadget

Fonte: http://www.engadget.com/2016/04/03/tor-and-cloudflare-fight-over-blocking/http://mybroadband.co.za/news/security/160368-cloudflare-versus-tor.html

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.