Tentativas de ataques a redes corporativas crescem 339% no primeiro trimestre

Por Redação | 07 de Maio de 2015 às 18h00
photo_camera Divulgação

As empresas precisam se preocupar cada vez mais com a segurança dos seus dados. De acordo com um levantamento inédito realizado pela empresa de segurança digital Arcon, as tentativas de ataques a redes corporativas no Brasil aumentaram 339% nos três primeiros meses do ano, se comparado com o mesmo período de 2014.

No primeiro trimestre do ano passado foram registrados 76.533 ataques, e entre janeiro e março deste ano o número subiu para impressionantes 259.421. Antes as tentativas de ataques representavam 19% dos incidentes de segurança, mas chegaram a 71% nos três primeiros meses do ano. Somente em janeiro de 2015 foram registradas mais tentativas de ataques do que durante todo o primeiro trimestre de 2014.

O estudo apontou ainda que as principais ameaças são os Worms, programas semelhantes a vírus e que possuem a capacidade de se autorreplicar. Enquanto os Worms foram responsáveis por 48% das ameaças, as tentativas de entrada não autorizada a um computador ou rede também se destacaram, com 39% dos relatos.

“Se no início de 2014, a maior preocupação das equipes de segurança da informação era manter as empresas livres de vírus e outros tipos de malwares (códigos maliciosos), o cenário em 2015 é muito mais preocupante e requer ainda mais atenção para que as tentativas de ataques não obtenham sucesso e se tornem uma invasão efetiva, resultando em violações com danos, como a perda de credibilidade ou financeira”, diz Wander Menezes, especialista em Segurança da Informação do Arcon Labs. Para o especialista, a espionagem virtual, os ataques internos, vírus e phishing são os tipos de ameaças que demandam grande atenção este ano.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.