Stefanini anuncia joint-venture com empresa de segurança israelense

Por Redação | 13 de Abril de 2016 às 11h48

A brasileira Stefanini está anunciando uma joint-venture com uma das maiores empresas israelenses do ramo da segurança, a Rafael Advanced Defense Systems. Juntas, as companhias pretendem oferecer aos clientes um conjunto avançado de soluções de combate a crimes e terrorismo na rede, além de serviços de inteligência, de forma a melhor proteger as redes dos clientes.

Dois dos focos principais da parceria são em setores essenciais na atualidade e no futuro bem próximo. De acordo com a Stefanini, um dos pontos de concentração da união com a Rafael é o segmento de automação industrial, bem como a Internet das Coisas, que se torna cada vez mais importante no ambiente corporativo.

Além disso, claro, a ideia é trabalhar para não apenas evitar, mas também identificar e até mesmo contra-atacar tentativas de invasão a sistemas corporativos. Com o aumento na quantidade de dispositivos conectados, com um número previsto de 4,9 bilhões neste ano, essa é uma necessidade cada vez mais frequente, que por meio da joint-venture, Stefanini e Rafael se dizem prontas para atender.

Mais do que tudo isso, a presença ativa no mercado brasileiro faz com que a Stefanini saiba estar diante de uma necessidade de mudança de cultura. O mercado financeiro, por incrível que pareça, é citado como uma vertical que não tem muita tradição no investimento em projetos avançados de proteção contra invasões e vazamento de informações. Esse tipo de “convencimento” e mudança de abordagem é mais um dos trabalhos que a companhia deve fazer ao lado da Rafael, de forma a dispersar informação sobre a necessidade de prevenção.

A joint-venture também deve trabalhar na outra ponta, oferecendo soluções de inteligência para lidar com eventuais vazamentos ou brechas. Além de conterem a situação para as próprias clientes, os sistemas também facilitarão a colaboração com o governo e polícia por meio de análise de Big Data e monitoramento de imagens digitais.

Aqui, temos uma forma de atuação na qual a Rafael já tem experiência. A empresa é responsável pelo desenvolvimento e manutenção da “Cúpula de Ferro”, o sistema de defesa aérea utilizado por Israel para interceptar mísseis de curto alcance, aeronaves e bombas lançadas sobre áreas povoadas. A companhia também trabalha com sistemas de segurança no Brasil.

Fonte: Stefanini

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.