Pornhub padroniza acesso a vídeos com o protocolo HTTPS

Por Redação | 31.03.2017 às 10:38
photo_camera Divulgação

O Pornhub anunciou nesta semana que vai aplicar o protocolo HTTPS em todas as conexões dos usuários, garantindo mais segurança para quem acessar o site e também permitindo que a identidade do serviço seja verificada por meio de certificados. O método passa a funcionar a partir de 3 de abril e também será aplicado ao YouPorn, site que faz parte da mesma família, no dia 4 de abril.

O objetivo, claro, é trazer mais segurança para os espectadores, mas principalmente fazer frente a uma decisão do Congresso norte-americano, que voltou a permitir que os operadores de internet comprem ou vendam dados de acesso dos usuários. No caso do Pornhub, eles até saberão que o indivíduo passou por lá, mas não poderão saber exatamente quais páginas ou vídeos foram acessados, ao contrário do que aconteceria com um site sem proteção HTTPS.

De acordo com Brad Burns, presidente da empresa, é obrigação dela garantir a confidencialidade de seus usuários. Atualmente o Pornhub é um dos 100 sites mais acessados da internet e a adição de criptografia o torna mais seguro do que nunca. Além disso, garante proteção contra malware e dificulta a vida de quem estiver tentando obter dados dos utilizadores.

A decisão do Congresso dos Estados Unidos saiu nesta terça-feira (28) e reverte a legislação da gestão Obama, voltando a permitir que operadores de internet vendam ou comprem livremente os dados de seus assinantes. Antes, para que isso fosse feito, era preciso autorização expressa de cada usuário, o que, basicamente, inviabilizava o processo. A mudança agora depende de assinatura do presidente Donald Trump para entrar em vigor, algo que deve acontecer em breve.

Fonte: Venture Beat