Opera passa a bloquear mineradores de moedas no desktop e mobile

Por Redação | 22 de Janeiro de 2018 às 09h41
Tudo sobre

Opera

O Opera adicionou mais uma medida de proteção a seus usuários das versões desktop e mobile, bloqueando automaticamente os mineradores de criptomoedas. Agora, scripts executados nas páginas para minerar criptomoedas de qualquer espécie serão impedidos de funcionar pelas ferramentas de bloqueio de anúncios do navegador.

Como citado pela Opera em seu comunicado oficial, essa é uma ação que normalmente acontece sem a autorização dos usuários – ou, até mesmo, seu conhecimento. A única forma de detectar que algo desse tipo está acontecendo é notar um severo incremento no uso da bateria ou dos recursos de processamento de um computador. E, mesmo assim, é preciso conhecer a prática para desconfiar sobre isso.

Ou não, já que, agora, tais recursos passam a ser bloqueados pelo Opera de forma padronizada, uma vez que o recurso de bloqueio de anúncios é ativado. Quem desejar, claro, pode desligar a função por meio da tela de opções, ou então ativar somente ela, deixando que os sites exibam anúncios na tela e permitindo formas mais claras de monetização.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Segundo dados do time de desenvolvimento do navegador, hoje já são mais de três milhões de páginas na rede rodando mineradores de moedas virtuais – bitcoins, em sua maioria – sem a autorização do usuário. Tais scripts, muitas vezes, podem ser encontrados até mesmo em sites de renome, o que levou a equipe do Opera a trabalhar em um bloqueio automático de tais recursos, que apesar de não representarem problemas de segurança, utilizam de forma indevida os recursos dos dispositivos.

Além da ferramenta em si, também foi lançada a ferramenta Crypto Jacking Test, que mostra se o seu computador está sendo afetado por mineradores de bitcoins em um determinado momento. Basta um clique para fazer a verificação, que vale para qualquer navegador e, claro, termina com um aviso de que baixar o Opera é garantir proteção contra esse tipo de utilização indevida durante todo o tempo.

Fonte: Opera, Android Police

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.