Novo software da VMware facilita o gerenciamento de dispositivos nas empresas

Por Redação | 17 de Junho de 2016 às 12h02

A VMware, empresa especializada em desenvolvimento de softwares, anunciou nesta semana o lançamento de um novo produto que visa ajudar as empresas a terem um melhor controle e gerenciamento dos computadores e dispositivos que seus empregados utilizam. Denominado de TrustPoint, o novo software permite que o departamento de TI de uma companhia possa gerenciar computadores com maior facilidade e rapidez, sem que seja necessário acumular uma grande quantidade de dados.

Com o TrustPoint, as empresas serão capazes de corrigir erros de segurança da rede e de dispositivos que estão conectados a ela. Também, o software permite que os profissionais detectem quais são os dispositivos conectados à rede e quais estão sendo gerenciados pela equipe TI. Dessa forma, as empresas podem compreender se há máquinas que estejam conectadas à sua rede, mas que não estão fora do alcance de seus sistemas de segurança, o que poderia se tornar um problema na proteção de dados sensíveis da companhia.

A VMware contou com a tecnologia de detecção da Tanium para fazer com que o TrustPoint seja capaz de identificar minuciosamente os dispositivos conectados à rede. Com a tecnologia, o software pode bloquear os aparelhos que são considerados inseguros, de forma que eles não tenham acesso aos dados da empresa. O programa de gerenciamento de endpoint funciona sem que exista a necessidade de baixar centenas de megabytes de dados para executar uma atualização de software, por exemplo. Além de trazer maior agilidade, o TrustPoint também evita o desgaste dos recursos da rede com downloads desnecessários.

A desenvolvedora também anunciou uma atualização para o Workspace One, que realiza o gerenciamento de terminais. Uma das principais características trazidas pelo update é a capacidade dos funcionários instalarem aplicativos para uso particular sem que estes sejam monitorados pela empresa. Dessa forma, o sistema pode selecionar quais softwares e aplicativos instalados nos dispositivos poderão ser controlados pela empresa ou não.

O novo software chega em um momento em que cada vez mais funcionários estão trazendo seus próprios dispositivos para o trabalho, aumentando, dessa forma, as ameaças à segurança dos dados das empresas. Além disso, a crescente adesão ao home office também tem despertado a atenção das empresas em relação à segurança dos dados que estão sendo compartilhados com seus empregados.

Via PCWorld

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.