Novo golpe: falso suporte do Windows bloqueia computador e pede resgate

Por Redação | 21 de Agosto de 2017 às 16h35

Os ataques a computadores não se restringem somente a vírus instalados e baixados nas máquinas. Há versões que incluem contato direto entre criminosos e usuários, como o novo golpe que atinge proprietários do Windows. A tática bloqueia os PCs e pede resgate em dinheiro.

Esse novo ataque foi identificado pela G Data. Ele funciona por meio de um falso alerta de segurança que aparece na tela de erro do Windows, cuja mensagem informa que o computador teria sofrido um problema e que foi bloqueado por razões de segurança.

Para resolver o problema, o usuário recebe duas orientações: ligar para o suporte gratuito ou desativar o PC. O scammer, aquela pessoa que cria perfis falsos para obter vantagens financeiras de outras pessoas, utiliza táticas de engenharia social, como persuasão, para se aproveitar da ingenuidade e confiança dos proprietários dos computadores.

Para mostrar como os criminosos agem, um especialista em segurança da G Data se passou por uma vítima e gravou toda a conversa com o scammer em vídeo. Ele seguiu todas as orientações fornecidas pelo suporte falso até chegar ao momento em que o computador é bloqueado. Nesse momento, o scammer pede 888 euros para abrir um contrato de manutenção anual. Do contrário, o PC ficará inutilizado.

O passo a passo do golpe

O especialista da G Data faz a chamada para o número divulgado na primeira mensagem de bloqueio. Uma mulher o atende e ouve a explicação do problema. Ela pede um número de celular, com o objetivo de orientar uma nova configuração da máquina e o atendimento de um profissional qualificado do suporte.

No momento em que esse profissional, chamado de Peter, entra no circuito, ele bloqueia as contas de usuários do Windows, com o argumento de proteger o PC contra acesso não autorizado. É a deixa para que o usuário não tenha mais controle do computador.

Peter mostra uma lista com todos os vírus do computador, e o usuário se convence de que seu PC está infestado. O falso suporte do Windows explica que vai ser necessário um terceiro nível de suporte para realizar uma verificação completa, de 60 a 90 minutos de duração, além de uma compra de programa antivírus. O preço: 150 euros mais impostos.

Como opção, o usuário pode contratar a manutenção permanente por 888 euros. Entre as formas de pagamento, estão inúmeras opções, que vão de cartão de crédito a gifts pré-pagos do iTunes.

Veja no vídeo como foi a conversa entre o especialista que se passou de usuário e o falso suporte. A gravação foi feita em alemão e tem legendas em inglês.