Mozilla vai ajudar usuários a descobrirem se foram hackeados

Por Felipe Demartini | 26 de Junho de 2018 às 11h10
Tudo sobre

Mozilla

A Mozilla anunciou o lançamento do Firefox Monitor, um serviço que vai ajudar os usuários a descobrirem quais de suas contas e perfis online foram hackeados ou fizeram parte de vazamentos de informações. A ideia é dar aos utilizadores maior proteção e controle sobre a própria segurança, indicando em um só local possíveis ações que tenham que ser tomadas em diferentes serviços.

Ainda sem data de lançamento, mas com previsão de chegada para o final do ano, o Firefox Monitor exige apenas um e-mail para funcionar. Com o endereço, o site avalia diferentes vazamentos e brechas de dados para identificar em quais as credenciais do usuário estiveram presentes, indicando as ações necessárias para que a segurança das contas seja restabelecida.

Na maioria dos casos, uma mudança de senha pode ser a única exigência, mas o serviço também vai ajudar os utilizadores a saberem se, por exemplo, seus dados pessoais vazaram por conta da ação de hackers ou que tipo de informações foram acessadas em uma invasão a uma plataforma, por exemplo. Assim, além da mudança de senha ou desativação de perfis, as pessoas podem tomar atitudes adicionais para se protegerem de novos ataques e tentativas de golpe por phishing e outros métodos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além de uma verificação total de dados já existentes, o Firefox Monitor também vai permitir que os usuários cadastrem seus e-mails para serem informadas sobre futuras brechas. O alerta virá pelo mesmo endereço usado para checagem, avisando de maneira rápida sobre novos perigos e as ações necessárias para proteção.

Apesar da novidade da Mozilla, a ideia não é tão nova assim. Há anos, o site Have I Been Pwned? presta justamente esse tipo de serviço, buscando os e-mails dos usuários em listas de vazamento. E é justamente com esse pessoal que a Mozilla se uniu em sua nova empreitada, de forma a divulgar ainda mais os serviços da plataforma e levar, por meio de seu nome e influência, a existência desse tipo de mecanismo de segurança a mais gente.

O Firefox Monitor ainda está em fase de testes e será lançado, inicialmente, para usuários nos Estados Unidos antes de uma liberação geral para gente de todo o mundo. Seu lançamento, também não significa que o Have I Been Pwned? será fechado, muito pelo contrário – as pessoas apenas terão mais um método de acessar o mesmo banco de dados em busca de informações de segurança.

Fonte: Mozilla Foundation

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.