Morte de Cristiano Araújo é utilizada para espalhar malware

Por Redação | 29.06.2015 às 12:11

Como já vimos em diversos casos, os cibercriminosos aproveitam qualquer oportunidade para espalhar malwares e aplicar golpes em incautos da internet. Infelizmente, eles se aproveitam de eventos trágicos para despertar a curiosidade de milhões de internautas e a isca do momento é a morte do cantor brasileiro Cristiano Araújo, que faleceu após um grave acidente de carro.

A morte do cantor está sendo utilizada como spam malicioso para capturar o máximo de usuários curiosos. A empresa de segurança digital Symantec observou que alguns dos e-mails de spam estão tentando seduzir os usuários a baixarem supostos vídeos do acidente. Caso cliquem na URL contida no e-mail, os mais desavisados são levados a baixar um malware classificada pela Symantec como Downloader.Bancos.

Acidente Cristiano Araújo - Spam

Uma vez iniciado, o malware dispara um downloader que baixa automaticamente o Infostealer.Bancos, um malware bancário bem conhecido que tem assolado a América do Sul nos últimos meses. De acordo com teste telemétrico da Symantec, o malware distribuído por esta campanha de spam está direcionada aos usuários do Brasil e da Venezuela.

Infostealer.Bancos

A empresa de segurança aconselha os usuários a ficarem cautelosos quando se trata de e-mails de desconhecidos que criam notícias em torno de temas populares. Vale salientar que este tipo de engenharia social não se limita ao e-mail e os usuários também devem ter cuidado em links em redes sociais.

Além disso, a Symantec alerta para que os usuários se certifiquem de seguir as seguintes práticas antes de clicarem em algum link ou e-mail potencialmente infectado:

  • Fique atento quando se trata de artigos populares em sites de mídia sociais ou e-mails;
  • Nunca instale aplicativos para tentar visualizar um conteúdo restrito. Esta prática é um truque que pode colocar em risco seu computador;
  • Visite fontes confiáveis de informação. Em vez de clicar em links aleatórios, vá diretamente para uma fonte confiável de notícias;
  • Denuncie o conteúdo suspeito. Faça a sua parte em relatar qualquer tipo de conteúdo malicioso.

Via Symantec

Fonte: http://www.symantec.com/connect/blogs/brazilian-musician-christiano-araujos-tragic-death-used-spread-malware