Microsoft recomenda usuários a mudar senhas no Skype após falha de segurança

Por Redação | 20 de Julho de 2015 às 12h44

Pouco mais de um mês após a descoberta de um bug que travava mensagens no Skype, o serviço de bate-papo da Microsoft enfrenta mais um problema que, aparentemente, é ainda mais grave. Internautas estão utilizando a página de suporte do programa para alertar a empresa de que estão recebendo links maliciosos que tentam roubar suas credenciais.

De acordo com o relato de centenas de usuários, a falha envia links de seus contatos no formato “http://goo.gl/****”, que por sua vez redireciona para um domínio chammado Russian.ru. Como esperado, se o internauta acessar a página, um script é ativado e começa a captar senhas e dados pessoais. "O link me redirecionou a esse site, então soube na hora que [meu PC] tinha sido afetado e fechei a janela antes que a página carregasse", declarou um usuário.

O erro chama atenção porque a invasão supostamente acontece mesmo quando os usuários estão offline, sem utilizar a plataforma. Além disso, vários desses usuários afirmam que os antivírus instalados em seus computadores não conseguiram identificar o bug, que permanece ativo.

No Twitter, diversas pessoas também comentaram a falha. "Cuidado, o Skype foi hackeado para acessar sua lista de contatos. Provavelmente acontece por causa da nova versão web do app", escreveu um usuário. Outros cobraram a Microsoft por uma solução antes que mais pessoas sejam afetadas pela vulnerabilidade.

Em nota, a companhia disse que está investigando a situação. "Nossos engenheiros estão de olho. Enquanto isso, recomendamos que todos mudem suas", afirmou. Além da alteração da senha, a empresa aponta que, se você possui outros serviços vinculados com sua conta no Skype, é importante alterar as credenciais desses programas para evitar que os criminosos acessem ainda mais suas informações pessoais.

Caso você receba um link comprimido no formato goo.gl, ignore imediatamente, ou se você abri-lo, feche a janela do seu navegador o quanto antes. Dessa forma, você pode evitar que sua máquina seja invadida.

Fontes: The Register, B!T magazine

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.