Microsoft Edge e Internet Explorer não terão mais suporte para o algoritmo RC4

Por Redação | 18 de Março de 2016 às 08h55

A Microsoft acaba anunciou nesta semana que vai retirar o suporte ao algoritmo de criptografia RC4 de seus navegadores Edge e Internet Explorer 11. A mudança deve entrar em vigor no dia 12 de abril, quando os programas não mais reconhecerão a idosa cifra de fluxo, entrando em consonância com o Google e a Mozilla – que também retiraram o suporte em seus browsers Chrome 48 e Firefox 44, respectivamente.

E o motivo para tanto também é o mesmo. A criptografia RC4 tem se provado cada vez mais vulnerável e insegura – sendo atualmente possível quebrá-la em dias ou mesmo horas, conforme demonstraram pesquisadores de segurança durante a edição 2015 da feira Usenix. Na ocasião, a equipe levou apenas 52 horas para quebrar o algoritmo.

Suporte ínfimo (e diminuindo)

Como um resultado bastante natural, quaisquer sites que ainda utilizem o RC4 tornam-se alvos fáceis para hackers internet afora – embora tais páginas sejam cada vez mais raras. “A porcentagem de serviços web que ainda oferecem suporte apenas ao RC4 está sabidamente reduzida e encolhendo”, conforme colocou o gerente de programas Alec Oot em texto para o blog oficial do Windows.

Internet Explorer

O RC4 é um dos algoritmos simétrico de criptografia de fluxo utilizados em protocolos como o Secure Socket Layers (SSL), relacionado ao tráfego de internet, e o WEP, voltado para redes wireless. Concebido em 1987 pelo engenheiro de software Ronald Rivest, então um funcionário da RSA Data Security, o algoritmo foi utilizado durante muitos anos em softwares como o Lotus Notes, o Oracle Secure SQL e o Internet Explorer.

Recentemente, entretanto, cada vez mais profissionais e organizações voltadas para a segurança de dados têm apontado a pouca confiabilidade do padrão – que, não obstante, ainda é utilizado em diversos sistemas de transmissão online.

Via Blog Oficial do Windows

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.