Microsoft apresenta novo sistema de autenticação que dispensa uso de senhas

Por Redação | 19.04.2017 às 19:03

Lembrar de todas as suas senhas pode ser um grande problema nos dias de hoje, afinal são inúmeros os serviços disponíveis na web que requerem cadastro e, obviamente, o uso de uma combinação de caracteres para proteger a sua conta. Contudo, um recurso apresenta nesta terça-feira (18) pela Microsoft pode tornar o processo de autenticação muito mais simples e seguro do que ele é atualmente.

A novidade está disponível no aplicativo Microsoft Authenticator, uma espécie de gerenciador de login da gigante dos softwares compatível não só com contas MS, mas também com serviços do Google e Facebook. A nova ferramenta envolve o uso de um smartphone para fazer login em diversos serviços. Tudo o que você precisa fazer é associar o seu dispositivo a uma determinada conta e então responder a uma notificação interativa sempre que tentar fazer login — e pronto.

O sistema é uma espécie de autenticação de dois fatores, bastante comum atualmente, porém dispensa o uso da senha tradicional. A ideia é que o seu portátil funcione como a chave para acessar os conteúdos, assim, é primordial que o smartphone esteja devidamente protegido para evitar acessos indevidos em suas contas.

Novo recurso dispensa o uso de senhas. (Foto: Divulgação/Microsoft)

As vantagens do novo método apresentado pela Microsoft são óbvias. Dentre elas, destacam-se o fato de que você não vai mais esquecer uma senha e também o fato de que você não digita mais a senha, então ela não pode ser roubada por malwares. Atualmente, o novo recurso está disponível com exclusividade nas versões para Android e iOS do Microsoft Authenticator — sim, o Windows Phone e o Windows 10 ficaram de fora.

Adicionando o novo método de login

Para usar o novo método de login em uma conta já cadastrada no Authenticator, basta acessar o menu de contas, acessar o menu da conta desejada e ir em “Configura entrada pelo telefone”. Se você vai cadastrar uma nova conta, o aplicativo automaticamente sugere a possibilidade de usar o novo recurso.

Fonte: Microsoft