Intel diz que patches do Meltdown e Spectre não diminuirão desempenho de chips

Por Redação | 05 de Janeiro de 2018 às 19h14
photo_camera divulgação
TUDO SOBRE

Intel

Em uma nota pública comentada pela Reuters, a Intel afirmou que será mínimo o impacto causado no desempenho das máquinas pelas ferramentas disponíveis para correção das vulnerabilidades conhecidas como Meltdown e Spectre. Para saber mais sobre as vulnerabilidades e suas possíveis correções, o Canaltech reuniu informações aqui.

Foi afirmado aos quatro cantos, durante a cobertura da polêmica com os bugs, que as correções necessárias para a segurança teriam impacto na performance dos dispositivos. Números chegaram a ser apresentados em relatórios, afirmando que o desempenho das máquinas poderiam apresentar déficits de 5% a 30%, a depender dos componentes e idade do processador utilizado.

A empresa citou em sua nota o resultado de testest realizados por outras empresas em seus produtos:

Apple: "Nosso teste com benchmarks públicos mostrou que as mudanças dos updates de dezembro de 2017 não resultaram em redução de performance perceptível no macOS e iOS";

Microsoft: "A maioria dos clientes Azure não devem perceber impacto significativo com esse update";

Amazon: "Não observamos impactos na performance significativos na maior parte dos trabalhos feitos com o EC2"; e

Google: "Na maior parte dos nossos trabalhos, incluindo nossa infraestrutura de nuvem, vimos impactos de performance desprezíveis".

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A Intel segue afirmando que o usuário comum doméstico não sentirá o impacto das atualizações e mitigações no seu computador pessoal, lembrando o Lula em 2008 falando sobre a crise econômica: 

E aí? Você acha que a polêmica do Meltdown e Spectre vai ser só uma marolinha mesmo (pelo jeito, esta também é a opinião do CEO da Intel) ou está cético quanto ao maior escândalo tech de 2018?

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.