Impressora comum pode desbloquear smartphones com leitor de impressão digital

Por Redação | 07 de Março de 2016 às 14h14

Pesquisadores da Universidade Estadual de Michigan publicaram um artigo sobre uma nova técnica para invadir smartphones. Eles conseguiram enganar os leitores de impressão digital dos dispositivos usando apenas uma impressora jato de tinta comum e um pouco de tinta especial.

O processo usa produtos da AgIC, uma empresa que produz tintas condutoras e papel especial. Originalmente, estes produtos são destinados à construção de placas de circuito no estilo faça você mesmo.

O processo para burlar os sistemas de biometria dos smartphones é bastante simples. Primeiro, é preciso conseguir uma boa foto da impressão digital do dono do aparelho. É possível conseguir isso por meio de uma superfície de vidro.

Em seguida, basta usar uma impressora jato de tinta comum e instalar alguns cartuchos de tinta condutora da AgIC, bem como o papel especial produzido pela empresa. Por fim, imprima a imagem da digital em tamanho real.

Durante os testes dos pesquisadores, essa impressão especial foi usada para invadir – com sucesso – um Samsung Galaxy S6 e um Huawei Honor 7. "Em suma, propusemos um método simples, rápido e eficaz para gerar cópias de impressões digitais 2D que podem hackear com sucesso a autenticação de impressão digital embutida em smartphones", escreveram os responsáveis pelos testes.

Para eles, esta experiência confirma ainda mais a necessidade urgente da criação de técnicas mais eficientes para sistemas de reconhecimento de impressões digitais, especialmente para dispositivos móveis, que, por sua vez, são cada vez mais utilizados para acessar informações sensíveis.

Via Business Insider