Hospitais continuarão a ser o foco de ataques de ransonware, afirma McAfee Labs

Por Sérgio Oliveira | 19 de Setembro de 2016 às 11h39

A Intel Security divulgou a edição de setembro de 2016 de seu Relatório de Ameaças da McAfee Labs nesta segunda-feira (19). No documento, a firma de segurança digital avalia e detalha a crescente ameaça de ransonware ao setor de saúde, além de investigar como ocorre a perda de dados.

O alvo da investigação foi o surto de ataques de ransonware a hospitais no início deste ano. Os resultados mostram que diversas instituições de saúde fizeram pagamentos da ordem de US$ 100 mil aos indivíduos mal-intencionados para reaver o controle de seus equipamentos. E isso é apenas uma pequena fatia de um problema muito maior.

"No primeiro semestre de 2016, nossos pesquisadores identificaram um criador e distribuidor de ransonware que aparentemente embolsou US$ 121 milhões em pagamentos de operações de ransonware lançadas contra diversos setores", relata a empresa no documento.

Apesar de prever que uma quantidade cada vez maior de novos setores será afetada por pragas virtuais desse tipo, a equipe de pesquisa acredita que o foco continuará sendo os hospitais. O motivo é que esses estabelecimentos dependem muito de sistemas legados de TI, dispositivos médicos com pouca ou nenhuma segurança e necessitam contarem com acesso imediato a informações para proporcionar a assistência aos pacientes. Portanto, a união de todos esses fatores acaba criando um cenário em que administradores se veem obrigados a desembolsar o quanto antes o valor que lhes for solicitada pelos cibercriminosos.

"Como alvo, os hospitais representam uma combinação atraente de segurança de dados relativamente fraca, ambientes complexos e a necessidade urgente de acesso às fontes de dados, muitas vezes em situações de vida ou morte", explica Vincent Weafer, vice-presidente do McAfee Labs. Além disso, o executivo destaca que o crime cibernético é alimentado pela capacidade e motivação para explorar novos setores de atividades.

Fonte: McAfee

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!