Hillary Clinton aposta em plataforma tecnológica e cibersegurança

Por Redação | 28 de Junho de 2016 às 20h19

“Conectividade”, “educação” e “empreendedorismo” formam a base da proposta governamental da candidata à presidência dos EUA Hillary Clinton, que conta com uma plataforma bastante tecnológica da representante do Partido Democrata, conforme revelado durante evento recentemente realizado em Denver, capital do estado do Colorado.

A propósito, a decisão de anunciar as propostas de cunho tecnológico fora do chamado Vale do Silício foi um dos primeiros pontos questionados pelo público. Não obstante, Clinton revelou que a decisão foi justamente para enfatizar uma “democratização do crescimento industrial”, garantindo que a expansão não ocorra apenas em nichos isolados.

“Eu me declaro culpada de ser uma sabichona em política e sei que isso pode ser maçante”, afirmou a candidata, anunciando sua plataforma – atualmente disponível em seu site pessoal. “Mas se nós vamos criar a economia do futuro, é realmente importante o que nós fazemos e como nós fazemos.”

Banda Larga

Foco em cinco áreas

A plataforma tecnológica de governo de Hillary Clinton deve resumir seus esforços sobretudo a cinco áreas. Conforme colocou a candidata em seu site, trata-se de:

  • Expandir a economia através da educação e dos investimentos em pesquisa e desenvolvimento;
  • Melhorar a infraestrutura e a conectividade através dos EUA;
  • Melhorar as relações do país com outros governos no que se refere a questões relacionadas à tecnologia;
  • Rever as leis de direitos autorais e de neutralidade de rede enquanto são conduzidos estudos de criptografia; e
  • Conferir acesso público a dados do governo anteriormente rotulados como “confidenciais”.

Da envergadura do Projeto Manhattan

Hillary Clinton também reavivou suas intenções relacionadas à segurança de dados. A candidata democrata tornou a falar de uma empreitada da envergadura do Projeto Manhattan (que deu origem à primeira bomba atômica), só que com foco no desenvolvimento dos protocolos de cibersegurança.

NSA

Trata-se, basicamente, de equilibrar os interesses do governo e do setor privado – tema ainda bastante fresco, por conta do famigerado iPhone de San Bernardino. “Eu espero que, dadas as capacidades extraordinárias da comunidade tecnológica e as questões legitimas dos agentes da lei, seja possível criar um projeto semelhante ao Manhattan, algo que possa reunir os grupos tecnológicos e o governo, para que vejam que não são adversário e que precisam trabalhar em conjunto”, disse Clinton.

Uma “alfinetada” em Donald Trump

Embora Clinton não tenha se mencionado diretamente em nenhum momento o candidato republicano Donald Trump, não faltou uma leve “agulhada” nas bases de governo do adversário. “Eu quero que os EUA estejam presentes nos negócios do futuro”, disse ela. “Dizer que você quer tornar o país grande novamente equivale a dizer que você quer que as coisas voltem a ser como eram [grifo nosso].”

Ela continua: “Isso não é o que nós somos como americanos. Nós não voltamos; nós seguimos em frente. Precisamos seguir em frente com um senso real de inteligência e propósito”.

Hillary Clinton

Internet, STEM e o ataque em Benghazi

A candidata reforçou também que quer conexões de internet rápidas e “todos os lares e negócios americanos” até 2020. “Cada ano que perdemos, nós deixamos mais e mais pessoas para trás”, disse ela.

Clinton também advogou pela modulação interdisciplinar de ensino denominada STEM – com ensino de ciências naturais, tecnologia, engenharia e matemática -, a qual pretende ver instalada em todas as escolas do país.

Não obstante, a candidata se desviou da questão relacionada ao relatório recentemente liberado acerca dos ataques em Benghazi (Líbia), em que quatro norte-americanos foram mortos – incluindo o embaixador Christopher Stevens. “Eu acredito que esteja bastante claro que é hora de seguir em frente.” Clinton era Secretária de Estado do governo de Barack Obama na ocasião dos atentados.

Fonte: Hillary Clinton.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.