Hackers fazem entregas maliciosas em caixas de correio na Austrália

Por Redação | 22.09.2016 às 13:41
photo_camera Divulgação

Se você encontrasse um pendrive na caixa do correio de sua casa, conseguiria resistir à tentação de conectá-lo a um PC para dar uma olhada? Pesquisadores da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, descobriram que a reação de quase metade das pessoas é inserir o dispositivo rapidamente em suas máquinas. Em testes com 297 pendrives deixados no campus, quase 50% deles foi apanhado e inserido em computadores.

O problema é que, alguns hackers australianos souberam dessa pesquisa e estão usando o mesmo método para infectar dispositivos em Melbourne. De acordo com a polícia local, os dispositivos USB são colocados na caixa de correio de diversas pessoas e contém um malware extremamente prejudicial.

Apesar de não especificarem do que se trata o arquivo malicioso, especialistas indicam que é possível que ele infecte o sistema sem que o usuário perceba. Uma vez instalado na máquina, ele passa a extrair informações pessoais, tais como nomes, senhas e detalhes de contas bancárias.

Outra hipótese é de que seja um ransomware, conhecido por "sequestrar" dispositivos, que são liberados somente quando o resgate é pago.

Seja qual for o caso, se um pendrive estranho aparecer em sua caixa de correio, certifique-se de destruí-lo. Verificar o seu conteúdo por curiosidade ou na esperança de descobrir o seu proprietário não vale a pena o risco de comprometer não só o seu computador, mas também os seus dados pessoais.

Fonte: The Next Web