Google fala sobre acesso de apps de terceiros ao conteúdo do Gmail de usuários

Por Natalie Rosa | 04 de Julho de 2018 às 10h00
Tudo sobre

Google

A Google se pronunciou publicamente após a acusação de que desenvolvedores de terceiros possuem acesso ao conteúdo de e-mails dos usuários do Gmail. A polêmica veio à tona na última terça-feira (3), após um artigo publicado no dia anterior pelo The Wall Street Journal.

Em nota, a empresa diz que executa medidas de segurança e privacidade com o G Suite, reforçando ainda o seu compromisso na avaliação de aplicativos e serviços de terceiros que têm acesso a dados sigilosos do Gmail.

"Nós fazemos o possível para que as aplicações de outros desenvolvedores integrem o Gmail — assim como clientes de e-mail, planejadores de viagens e sistemas de gestão de relacionamento com o consumidor — para que você tenha opções sobre como você acessa e usa seu Gmail. Nós continuamos trabalhando para conhecer desenvolvedores e seus aplicativos que fazem integração com o Gmail antes de disponibilizar o acesso geral, e nós fornecemos tanto para as empresas como para consumidores individuais a transparência e controle sobre como seus dados são usados", conta a nota da Google escrita por Suzanne Frey, diretora de segurança, privacidade e Google Cloud.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A executiva conta ainda que, para que um aplicativo que não seja da Google tenha acesso às mensagens do Gmail, ele precisa passar por um processo de revisão de várias etapas que incluem a análise manual e automatizada do desenvolvedor, além da avaliação de sua política de privacidade e da página inicial do aplicativo. Isso é feito, segundo Frey, para garantir que ele seja legítimo e que funcione como prometido.

A diretora ainda fornece algumas dicas para que o usuário se certifique que os seus dados estão em boas mãos, como revisar a tela de permissões antes de conceder o acesso a um app que não pertence à Google, e utilizando a ferramenta de verificação de segurança do Gmail para conferir quais são os apps que têm acesso a sua conta e quais são suas permissões.

Mesmo que a denúncia do The Wall Street Journal não tenha mostrado irregularidades de algum dos aplicativos de terceiros que fazem integração com o Gmail, o caso chama atenção devido à polêmica recente do Facebook e da Cambridge Analytica, quando dados de milhares de usuários foram fornecidos para a campanha que elegeu Donald Trump como presidente dos Estados Unidos.

Para conferir as permissões que cada aplicativo de terceiro tem sobre seus dados, basta seguir o passo a passo na página de verificação de conta Google.

Fonte: Google Blog

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.