EveryKey | A solução de John McAfee para substituir as senhas tradicionais

Por Ramon de Souza | 19 de Março de 2018 às 14h35
Everykey
Tudo sobre

McAfee

Você se lembra do polêmico John McAfee, o hacker e empresário doidão que ficou famoso por fundar o antivírus homônimo? Após permanecer anos fora do mercado de segurança cibernética, ele resolveu retornar, em 2015, com um produto que promete extinguir de vez a necessidade de memorizar ou anotar senhas em gerenciadores específicos. Estamos falando do Everykey, um curioso dispositivo de autenticação universal.

O conceito é bem simples: o produto se resume a uma caixinha minúscula (pequena o suficiente para ser usada como chaveiro) dotada de conectividade Bluetooth, sendo capaz de destrancar objetos físicos (como maçanetas inteligentes para carros e portas da sua casa, e autenticar o usuário em ambientes online (como o próprio sistema operacional, redes sociais e sites em geral).

Não há necessidade alguma de digitar senhas ou PINs numéricos: basta se aproximar do veículo, da residência ou do computador para que o gadget se comunique sem fio e realize o desbloqueio. No intuito de criar um ecossistema de produtos, softwares e serviços compatíveis com o Everykey, McAfee está convidando desenvolvedores e fabricantes a utilizarem as APIs da solução, especialmente para itens de IoT.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

É realmente seguro?

Obviamente, nem tudo é perfeito: na internet, algumas pessoas discutem se o Everykey é realmente seguro e se sua proposta pode, de fato, tornar um ambiente digital mais seguro. Afinal, concentrar todas as suas senhas e chaves eletrônicas em um único dispositivo pode parecer uma ideia legal, mas, por outro lado, caso alguém tenha acesso (físico ou virtual) às informações do gadget, terá em mãos todas as credenciais da vítima de uma só vez.

Para garantir que isso não aconteça, a equipe por trás do Everykey adotou o padrão de criptografia AES de 128 bit para proteger a comunicação sem fio entre o aparelho e os painéis de autenticação, o que teoricamente torna impossível que algum hacker intercepte esses dados. Além disso, é possível “congelar” remotamente um Everykey perdido ou roubado, tornando-o inútil para um eventual ladrão.

E você? Confiaria em usar uma solução como o Everykey?

Fonte: Everykey

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.